×

Esfaqueado | Jornalista Gabriel Luiz sofre atentado após denunciar clube de tiros mantido pelo Exército

Ontem a noite (14/04), o repórter investigativo Gabriel Luiz, da TV Globo, foi esfaqueado em Brasília (DF).

sexta-feira 15 de abril | Edição do dia

A tentativa de assassinato aconteceu perto da residência do jornalista. Os suspeitos foram registrados em uma câmera de segurança nas redondezas da cena do crime.

Gabriel foi internado no Hospital de Base do DF em estado grave após ter sido atingido por diversos golpes, no momento ele encontra-se estável.

Os parentes de Gabriel informaram que, nesta sexta-feira (15/04), ele passou por diversas cirurgias durante a madrugada e manhã. Tudo indica que as operações foram bem-sucedidas e em breve ele irá à UTI.

Nas imagens, o jornalista passa pelo local e os suspeitos aparecem em seguida, mais à frente, o atacam e fogem. O porteiro do prédio do jornalista comentou que Gabriel mencionou que iria a um comércio próximo. O jornalista foi esfaqueado no pescoço, abdômen, tórax e na perna. Ele foi socorrido por vizinhos e deu entrada no hospital consciente.

A tentativa de assassinato acontece dias após o Exercito ser obrigado a fechar um clube de tiro denunciado pelo Jornalista Investigativo em reportagem para a Globo.

Esse caso acontece no Brasil de Bolsonaro, onde até jornalistas das grandes mídias burguesas estão sob a ameaça da mordaça.

Nós do Esquerda Diário prestamos toda solidariedade aos amigos e família de Gabriel. Esse e muitos outros casos de violência política são responsabilidade do Estado, junto com todo o regime do golpe institucional de 2016 - regime esse articulado pelo Judiciário, tutelado pelos militares e herdado pelo governo Bolsonaro e Mourão, que utiliza de todos os mecanismos autoritários como a Lei de Segurança Naciona para perseguir através do crescente número de inquéritos a opositores.

Confira o tweet de Letícia Parks sobre o ocorrido: 




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias