×

Destruição ambiental | Estudo aponta que 7 cidades brasileiras podem ficar submersas devido ao aquecimento global

Pesquisa do grupo Climate Central mostra que avanço do nível do mar pode deixar submersas 50 cidades no mundo, sendo 7 no Brasil. Alguns países inteiros também podem sumir.

sexta-feira 12 de novembro | Edição do dia

Ilustração mostrando como ficaria o hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. (Foto: Picturing our Future)

O estudo da Climate Central mostra até onde pode chegar a destruição causada pela destruição ambiental causada pelo capitalismo e a sanha de lucros da burguesia. O estudo elenca 50 cidades que estão em risco de ficarem submersas caso a temperatura global aumente em 3ºC. No cenário mais otimista, seriam cerca de 510 milhões de pessoas afetadas, no mais pessimista seriam 800 milhões.

No Brasil, estão em risco as cidades do Rio de Janeiro (RJ), Santos (SP), Porto Alegre (RS), São Luis (MA), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Recife (PE). Com isto, o Brasil é o 17º país mais vulnerável ao avanço do nível do mar. A projeção indica que a região mais afetada será a Ásia.

Pequenos países insulares, como as Bahamas, Tuvalu ou as Ilhas Cayman, estão ameaçados de terem até 90% do seu território submerso devido as mudanças climáticas.

Leia mais: COP26: alerta vermelho climático e cartões postais da hipocrisia capitalista

Segundo o estudo ainda, pode-se demorar séculos que estes locais fiquem de fato submersos. No entanto, não se vê nenhuma disposição dos líderes mundiais e dos grandes capitalistas no sentido de buscar evitar, ou reverter, as mudanças climáticas. As diversas conferências e acordos pelo clima, como a COP26 que recém terminou, não passaram de discursos e documentos vazios, que não foram seguidos.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias