×

Greve | Trabalhadores da Comcap em Florianópolis entram em greve. Todo apoio a essa legítima greve!

Na manhã da última terça-feira (21), a Comcap (Companhia de Melhoramentos da Capital) anunciou greve por tempo indeterminado. A greve se coloca contrária a contratação de um empresa terceirizada para a coleta de lixo em Florianópolis, além da defesa dos postos de trabalho e de todos os direitos do acordo coletivo, conquistados durante décadas com muito sangue e suor.

quarta-feira 22 de setembro | Edição do dia

Foto: Sintrasem

A terceirizada, em 15 dias de serviço vem provando realizar um péssimo serviço, não fazendo coleta de porta a porta e não reciclando de forma correta. Além disso, há muitas denúncias de irregularidades trabalhistas e ambientais, como garis trabalhando de chinelo, caminhões despejando chorume na rua e transbordo de lixo em meio a casas.

"A categoria exige a retirada dos editais que terceirizam as funções da Comcap, o cumprimento da decisão judicial e a saída imediata da Amazon Fort de Florianópolis. Lutamos também em defesa dos nossos postos de trabalho e de todos os direitos do acordo coletivo, conquistados durante décadas com muito sangue e suor", disse a categoria.

"Não podemos ficar de braços cruzados enquanto Gean destrói nossos postos de trabalho para garantir o lucro dos empresários do lixo", afirmam os trabalhadores.

Após assembleia ontem que votou pela greve, os trabalhadores fizeram um ato e bloquearam a entrada do Centro de Valorização de Resíduos (CVR) por volta das 11h. Os trabalhadores deixaram o local por volta das 16h.

Perto das 12h30, a Guarda Municipal covardemente jogou spray de pimenta no grupo. Também houve tiros de bala de borracha e bomba de efeito moral. Ao menos três guardas e três trabalhadores ficaram feridos, conforme a prefeitura e o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem).

Um dos trabalhadores precisou ser levado a um centro de saúde, de acordo com o Sintrasem. Ele teve um ferimento leve na cabeça, um corte de 4 centímetros, e precisou de quatro pontos, conforme o Sintrasem. Ele foi atendido no centro de saúde do Itacorubi.

Buscando salvaguardar os interesses dos capitalistas em detrimento do legítimo direito dos trabalhadores de lutar por seus direitos, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), disse nesta terça-feira (21) que caso o movimento grevista continue descontará dos servidores, os dias parados e abrirá processo administrativo por abandono de emprego.

“Aqueles servidores da Comcap que querem voltar ao trabalho estão com os empregos garantidos e são bem vindos. Aqueles que cruzam os braços e caem no conto do sindicato, nós vamos descontar do salário dos dias parados e entrar com processo por abandono de emprego. Nós não vamos mais aceitar a cidade ser refém do sindicato”, afirmou.

Não podemos deixar que os políticos burgueses e os capitalistas descarreguem a crise nas nossas costas, atacando os nossos empregos e o nossos direitos, em meio a uma situação caótica, com 20 milhões passando fome, desemprego em 14%, alta da inflação, 600 mil mortes por Covid, entre outros ataques. A terceirização precariza e ataca as condições de trabalho do trabalhador e os serviços prestados a classe trabalhadora. Todo apoio à greve dos trabalhadores da Comcap!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias