×

PRECARIZAÇÃO DA SAÚDE | Terceirizados da OS Cieds denunciam atrasos de salário em frente a Prefeitura do RJ

Dezenas de trabalhadores da OS Cieds do convênio SRT-Raps ligados a saúde mental e também da assistência social estiveram em frente a Prefeitura nesta quarta (26/05). Eles denunciavam atrasos de salários, defasagem de benefícios, falta de férias, entre outros direitos.

sexta-feira 28 de maio | Edição do dia

Os trabalhadores terceirizados da OS Cieds vem enfrentando recorrentes atrasos de salários, com trabalhadores da assistência chegando até a 3 meses de salário atrasado. Os trabalhadores da saúde mental e das residências terapêuticas tiveram 1 mês de salário atrasado.

Leia também: Durante a semana da luta antimanicomial, terceirizados da saúde mental ficam sem salario no Rio

Mesmo tendo recebido seus salários, esses trabalhadores mantiveram o ato para questionar o convênio da Prefeitura do Rio com a OS. Entre as dezenas de trabalhadores que estavam no ato, a maioria eram mulheres negras.

As Residências Terapêuticas, um dos projetos afetados pelos atrasos de salários, são muito importantes como um projeto de reparação para com as pessoas que perderam sua liberdade ao serem internadas compulsoriamente em manicômios. Os cuidadores trabalham ali 24h, sendo responsáveis pela manutenção desse serviço.

Leia também: “Sem previsão, sem solução”: ONGs e Paes atrasam 2 meses salário de trabalhadores de abrigos

Isso é uma demonstração do descaso do prefeito, Eduardo Paes, e do secretário de saúde, Daniel Soranz, com os usuários da saúde mental que necessitam desse cuidado intensivo, e também com trabalhadoras, em sua maioria negras, que muitas vezes são a única fonte de renda de suas famílias.

Neste mesmo dia, ocorria um ato dos petroleiros em greve da Petrobrás Biocombustíveis (PBio) Estes trabalhadores foram também em apoio ao ato dos trabalhadores da saúde, demonstrando, uma vez mais, a importância da unidade dos trabalhadores para lutar contra as privatizações e a terceirização, e para garantir os seus direitos.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias