Política

29 de Maio

Porto Alegre: Mais de 8 mil pessoas protestam contra Bolsonaro

sábado 29 de maio| Edição do dia

As marchas convocadas em diversas cidades do país contra Bolsonaro retratam a revolta contra a situação catastrófica de grave crise econômica e sanitária que Bolsonaro e todo o regime político de conjunto produziram no país. Tendo como estopim os cortes nas universidades federais, os atos desataram o enorme descontentamento até então represado pela pandemia.

Profissionais da saúde da cidade na manifestação denunciaram as péssimas condições de trabalho em que se encontram na linha de frente da pandemia. Inclusive, o absurdo de estarem com salários congelados, devido a proibição de reajustes do congresso e do Bolsonaro, mesmo com aumento extenuante da jornada e do ritmo de trabalho.

A manifestação também repudiou político como o governador Eduardo Leite (PSDB) e o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB) que seguiram uma política que levou porto alegre e o Estado a índices altíssimos de mortes e contaminação. E jogaram grande parte da população no desemprego. Jovens e trabalhadores também gritaram contra a iniciativa de privatização da Carris e o desejo de Melo de jogar na rua mais de 3600 cobradores de ônibus.

Nós do Movimento Revolucionário de Trabalhadores, e o Esquerda Diário, estivemos lado a lado dos protestos deste 29M defendendo as demandas populares frente ao desemprego e a pandemia. Defendemos a continuidade da luta para impor uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana que revogue os ataques em curso e derrote não só Bolsonaro e Mourão, mas todas as alas e instituições do regime do golpe.

Assista a cobertura do ato realizado pelo Esquerda Diário.




Tópicos relacionados

29 de maio   /    Fora Bolsonaro, Mourão e os golpistas   /    Fora Bolsonaro, Mourão e os militares   /    Eduardo Leite   /    carris   /    Porto Alegre   /    Política

Comentários

Comentar