×

Genocídio indígena | Indígena Tupinambá é brutalmente assassinado na Bahia enquanto trabalhava

De forma covarde, 3 indivíduos encapuzados atiraram no homem que estava trabalhando em seu roçado e não teve chance nenhuma de defesa.

sexta-feira 24 de setembro | Edição do dia

Foto: (local do assassinato na comunidade Serra das Trempes) Reprodução/Instagram

Nesta última quinta-feira (23), Alex Barros, indígena Tupinambá, foi cruelmente assassinado enquanto trabalhava tranquilamente em seu roçado na comunidade Serra das Trempes, no sul da Bahia. De acordo com outros membros da comunidade que estavam próximos, “Alex estava no roçado, e foi surpreendido à chegada de três indivíduos encapuzados e fortemente armados, os quais chegaram atirando, não dando tempo a ele nem de reação”

Alex é mais uma vítima de sucessivos ataques que já acontecem há anos contra a comunidade. Em um deles, inclusive, o líder Tupinambá Pinduca, de 54 anos, foi assassinado, também, por pistoleiros da região devido tentativa de tomar as terras

Lideranças da comunidade afirmam que os ataques e crimes de ódio aumentam diariamente, principalmente após a tramitação do julgamento do criminoso Marco Temporal, além de diversos outros ataques do governo Bolsonaro contra a população indígena.

Veja também:

FALTA D’ÁGUA - Aldeias indígenas Pataxó hãhãhãe, na Bahia, sofrem falta de água potável em suas terras

Fake news bolsonarista - Bolsonaro vomita mentira atrás de mentira sobre questão ambiental em seu discurso na ONU

Garimpo ilegal - Helicóptero da Polícia Civil do Rio é suspeito de uso em garimpo ilegal em terra indígena

O assassinato de Alex é mais uma ação dos chacais dos latifundiários que desejam tomar as terras a força, dizimar os povos originários e destruir os biomas do país, tudo em nome do lucro dos capitalistas rurais à custa da miséria e da morte do povo. Os burgueses latifundiários intensificam cada vez mais seus crimes e destruições ancorados no atual governo que, desde sua ascensão, opera para esmagar o povo e garantir os privilégios aos burgueses. Mais do que nunca, é preciso solidariedade com os indígenas na luta contra o nefasto Marco Temporal, que serve somente para legalizar diversos roubos de terra e proteger os aliados latifundiários de Bolsonaro.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias