×

COVID-19 | Sem vacina para todos, Brasil chega a 220 mil mortos pela Covid-19

A média móvel de óbitos na última semana chega a 1000 por dia, somando um total de 220 mil mortes e mais de 9 milhões de brasileiros que já tiveram ou têm o novo Coronavírus, enquanto isso, apesar do espetáculo midiático, quase não há vacinas, nem mesmo seringas ou insumos para uma campanha efetiva.

quinta-feira 28 de janeiro | Edição do dia

Imagem: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Com 1319 mortes nas últimas 24 horas, o Brasil chegou a 220 mil óbitos desde o início da pandemia. A variação da média de mortes subiu 5% em relação aos 14 dias atrás, sendo que 9 estados demonstram uma alta na quantidade de mortes: MG, GO, MT, AC, AM, RO, RR, CE e PI.

Os óbitos continuam e o Brasil segue sem uma campanha de vacinação efetiva. Falta até abastecimento de seringas e agulhas no país. Sem falar que durante a pandemia os trabalhadores não tiveram direito à quarentena, muito menos uma política de testagem massiva que possibilitaria um enfrentamento racional da doença.

Bolsonaro com seu negacionismo e Doria querendo aparecer como oposição supostamente racional, são responsáveis diretos pela catástrofe, foram implementadores de todos os ajustes econômicos contra os trabalhadores e desmonte dos serviços públicos.

Em São Paulo, a situação é cada vez mais caótica. Não bastasse os ataques que o governador realizou durante a pandemia, a ausência de vacinas até mesmo para quem está na linha de frente, agora a presença da nova variante do vírus, que possui 70% a mais de chance de contágio, ameaça mais um colapso do sistema de saúde, como o que vimos em Manaus.

A média de mortes do estado está no nível de agosto de 2020 e os leitos de UTI ultrapassaram 70% de ocupação.

Leia também: Colômbia suspende voos do Brasil por variante do coronavírus

Só a organização dos trabalhadores pode tomar a tarefa da disponibilização universal da vacina com efetividade. Os trabalhadores, organizados em sindicatos e com o controle da economia e das pesquisas, podem organizar um plano científico de imunização universal, com a produção e distribuição da vacina.

Veja mais em nosso editorial: Contra Bolsonaro e Doria, batalhemos pela disponibilização universal da vacina




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias