×

Meio ambiente | No Peru, indígenas ocupam oleoduto contra o derramamento de petróleo na floresta Amazônica

segunda-feira 11 de outubro | Edição do dia

Grupo de cerca de 200 indígenas ocupam a Estação 5 do Oleoduto do Norte do Peru, no distrito de Manseriche e na Amazônia peruana. A mobilização começou no dia 4 de outubro, e é organizada pela Federação Nativa Awajún Rio Apaga e o grupo Povos Afetados pela Atividade Petroleira. Eles montaram acampamentos dentro das instalações e anunciaram que continuarão ali até que o governo de Pedro Castillo atenda a todas suas demandas.

Os manifestantes reivindicam o cumprimento de acordos ambientais já assinados, como a realização de atividades de reparação ambiental e a criação de um fundo para financiar a descontaminação de áreas que foram impactadas pelas operações petrolíferas iniciadas a décadas. Também reivindicam a construção de infraestrutura adequada para garantir serviços essenciais como saúde e educação na região.

De acordo com registros oficiais, entre 1996 e 2016, ao menos 37 derramamentos de petróleo ocorreram do oleoduto que está sendo ocupado. As comunidades indígenas na região foram brutalmente afetadas com esses crimes ambientais, onde sofreram com a contaminação na água potável e grandes declínios na produção agrícola.

A luta dos indígenas peruanos é legítima, contra a barbaridade que sofrem desse sistema capitalista que com a sua sanha de lucro, destrói o meio ambiente. A mesma coisa como estamos vendo com a devastação da Amazônia em território brasileiro, causada pelas grandes queimadas feitas pelo agronegócio que é base de apoio de Bolsonaro e Mourão.

Veja também: O capitalismo e seus governos destroem o planeta: destruamos o capitalismo!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias