×

TERRAS ÍNDIGENAS | Família de novo ministro do Meio Ambiente já destruiu casa para invadir terra indígena em SP

Dados da Funai apontam que família de Joaquim Álvaro Pereira Leite já foi responsável por mandar destruir casa de família indígena para expulsá-la do território.

quinta-feira 24 de junho | Edição do dia

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo dados da Funai (Fundação Nacional do Índio), a família do novo ministro do Meio Ambiente, Joaquim Álvaro Pereira Leite, que entrou no lugar de Ricardo Salles na última quarta-feira (23), disputa terra indígena Jaraguá em São Paulo.

Veja também: Ele sai, mas a devastação continua: os motivos por trás da saída de Salles

De acordo com a Comissão Pró-Índio de São Paulo, vivem 534 indígenas dos povos Guarani Mbya e Ñandeva, na área 532 hectares que fica na divisa entre São Paulo e Osasco, sendo a menor território indígena do país.

Em 1986, em relatório, a Funai afirma que capatazes da família de Joaquim Leite, que é dona de grandes fazendas de café em São Paulo, destruíram casas de famílias indígenas visando expulsa-los do território, assim como diversas ameaças e intimidações.

Nesse mesmo relatório o pai do novo ministro "exigiu que a Funai retirasse os marcos físicos do processo demarcatório da área indígena Jaraguá, alegando ser o proprietário da área, acusando agressivamente a Funai de estar praticando um crime". Em 2013, a família Pereira Leite cobrou várias vezes a paralisação da demarcação do território.

Pode te interessar: Cai Salles, mas para parar a boiada é preciso enfrentar o governo e todo regime




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias