Sociedade

CRISE DA SAÚDE EM SÃO PAULO

Em São Paulo, governado por Dória, 603 pessoas morreram na fila de espera por leito de UTI

Cada vez mais vem vindo à tona a situação crítica e catastrófica em que se encontra o sistema de saúde do estado de São Paulo, governado por João Dória (PSDB). O governador, de forma completamente demagógica e falsa, tenta se colocar como oposição racional ao negacionismo de Bolsonaro, mas na realidade vem empurrando para a morte as massas trabalhadoras paulistas.

terça-feira 6 de abril| Edição do dia

Após São Paulo, estado governado por João Dória(PSDB) bater recorde de 1.389 mortes em 24 horas,o estado teve 603 pessoas que já morreram na fila de espera por leito de UTI.

São Paulo alcançou a marca de mais de 22.794 casos de contaminados por covid-19. Com isso, o estado chega à marca total de 2.554.841 contaminados pela doença. Além disso, 90,7% dos leitos de UTI de São Paulo estão ocupados.

Veja mais: Dória leva SP a alcançar o novo recorde de 1.389 mortes por Covid-19 em 24 horas

Dória, que de forma completamente demagógica tentou dissimular simpatia ao povo trabalhador e negro quando esteve ao lado de uma enfermeira negra que foi a primeira à receber a dose da vacina Coronavac, mostra com esses dados a farsa que é esta tentativa de se colocar como o “padroeiro das vacinas” e um “oposição racional” ao negacionismo de Bolsonaro.

Na realidade, Dória segue mantendo os meios de transportes lotados de trabalhadores que são obrigados a trabalhar para não serem jogados à miséria e ao desemprego, além de estar buscando abrir as escolas colocando em risco a vida de trabalhadores da educação e estudantes, tudo isso com o objetivo de garantir os lucros dos patrões e das escolas privadas. E apesar de toda a sua demagogia e populismo, sabemos que as vidas negras são as que mais morrem pela pandemia e pela péssima administração de Dória em São Paulo.




Tópicos relacionados

Leitos de UTI   /    MORTES COVID-19   /    Crise   /    são paulo   /    Crise Sanitária   /    Crise do Coronavírus   /    COVID-19   /    Pandemia   /    Coronavírus   /    João Doria   /    Sociedade   /    São Paulo

Comentários

Comentar