Mundo Operário

1º DE MAIO

Doria, FHC, Maia e Ciro: centrais convidam inimigos dos trabalhadores para o 1º de maio

O histórico ato do dia internacional dos trabalhadores esse ano terá a presença de Fernando Henrique Cardoso e Rodrigo Maia. Ciro Gomes já aceitou. João Doria foi convidado. Esses são inimigos dos trabalhadores.

segunda-feira 19 de abril| Edição do dia

Os tucanos Doria e FHC. Foto: Edu Lopes/Divulgação

As centrais sindicais, dentre as quais a CUT, dirigida pelo PT, e a CTB, dirigida pelo PCdoB, convidaram inimigos dos trabalhadores para o 1º de maio.

Do partido do governador João Doria, coresponsável pelo maior contingente de mortes pela covid do Brasil, está confirmado e já até enviou seu vídeo o direitista Fernando Henrique Cardoso. Não para aí, já que o próprio Doria foi convidado, mas ainda não confirmou presença.

O até poucos meses atrás presidente da Câmara de Deputados do Congresso Nacional, Rodrigo Maia, responsável pela aprovação de ataques históricos como as reformas trabalhista e da previdência, também já enviou seu vídeo.

O coronel golpista Ciro Gomes está confirmado para o evento.

Os petistas Lula e Dilma, que têm apostado suas fichas de enfrentamento ao governo Bolsonaro em 2022 enquanto milhares não sobrevivem até o dia seguinte, muito provavelmente estarão presentes.

Guilherme Boulos, do PSOL, foi convidado, mas não respondeu. No último ano negou o convite devido à presença de Rodrigo Maia, mas meses depois fez alianças com figuras como o emedebista e grandes empresários, para buscar a eleição no governo de São Paulo.

Veja também: Basta de paralisia: CUT e CTB precisam organizar plano de luta contra a pandemia e os ataques




Tópicos relacionados

1 de Maio   /    CTB   /    Dilma Rousseff   /    Guilherme Boulos   /    Ciro Gomes   /    PCdoB   /    Rodrigo Maia   /    João Doria   /    CUT   /    FHC   /    PT   /    Lula   /    Centrais Sindicais   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar