×

Senado | Sessões plenárias e sessões de comissões do Senado dos próximos dois dias são canceladas

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), cancelou todas as sessões plenárias que seriam realizadas pelos próximos dois dias, além de todas as sessões de comissões que seriam realizadas esta semana. A decisão de Pacheco vem sendo vista como um reação às ameaças diretas feitas por Bolsonaro ao Congresso e Judiciário nos atos de 7 de setembro.

quarta-feira 8 de setembro | Edição do dia

Imagem: Marcos Oliveira/Agência Senado

O comunicado da decisão foi enviado aos parlamentares por mensagem na noite de ontem e confirmada pela assessoria da Presidência do Senado. Com isso, portanto, não haverá a audiência com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, prevista para hoje na Comissão de Acompanhamento da Covid-19 no Senado.

Ouça o Esquerda Diário 5 Minutos de hoje: 08/09 - Os atos de 07 de setembro pelo país

Opinião: Para onde vai o Brasil depois do 7 de setembro?

A decisão de Pacheco vem sendo vista como um reação às ameaças diretas feitas por Bolsonaro ao Congresso e Judiciário nos atos de ontem (terça-feira, 7 de setembro). Supostamente, segundo interlocutores do presidente do Senado, Pacheco acha que não há clima para votações e nem garantia de segurança a senadores e servidores.

Pode te interessar: Ato em Brasília: muito longe do Capitólio e das projeções bolsonaristas

Mesmo após os atos desta terça-feira, ainda havia muitos apoiadores do presidente acampados na Esplanada dos Ministérios até a noite desta terça.

Veja mais: [VÍDEO] Bolsonaristas invadem Esplanada dos Ministérios com conivência da polícia

Pacheco e o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), foram "convocados" por vários representantes de associações e políticos a reagirem à altura ao discurso de Bolsonaro, que, entre outros pontos, desafiou o Supremo Tribunal Federal e disse que não cumprirá decisões do ministro Alexandre de Moraes. Os membros da Suprema Corte se reuniram na noite de ontem e informaram que o presidente do STF, Luiz Fux, demonstrará o posicionamento do grupo hoje.

Veja mais: Em discurso em SP, Bolsonaro ataca Moraes, STF, governadores e urna eletrônica

Letícia Parks: "Ameaça golpista de Bolsonaro é para fazer Brasil voltar na época da Casa Grande"

A decisão de cancelar as sessões pode prejudicar ainda mais os interesses do Governo. No Senado, há projetos relevantes de Bolsonaro à espera de análise, que se derrotados podem aumentar ainda mais a debilidade da relação de Bolsonaro com alguns senadores que poderiam dar uma maior sustentação ao presidente.

ESQUERDA DIÁRIO COMENTA | Plano de luta para derrotar as ameaças golpistas e ataques de Bolsonaro:

Com informações da Agência Estado.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias