×

ED Rodoviários | RBS mente! Condenado por desviar dinheiro na Carris era CC da prefeitura de Melo e Fortunatti

A Justiça condenou a 15 anos de prisão ex-CC por peculato e lavagem de dinheiro. O homem utilizava o nome de uma criança morta para desviar dinheiro da empresa pública de transporte coletivo de Porto Alegre.

quarta-feira 25 de agosto | Edição do dia

Em meio ao processo de luta e resistência dos trabalhadores rodoviários em defesa da Carris, do emprego e contra a extinção dos cobradores, e na mesma semana da paralisação que barrou a tentativa de Melo votar na última segunda-feira (23) a liberação para privatização da Companhia Carris, a entregando ao setor privado, a Zero Hora, jornal do grupo RBS, lança notícia tendenciosa para levar a opinião pública contra a companhia e trabalhadores.

Veja também: Contra a privatização da Carris

A RBS fez questão de colocar na chamada da matéria que o condenado pela fraude, Ivsem Gonçalves, seria funcionário da Carris. O que não é esclarecido na chamada da matéria, é que Ivsem ocupava um Cargo de Confiança dentro da empresa, indicado pelo antigo PMDB, hoje MDB, partido do atual prefeito de Porto Alegre de Sebastião Melo, e estava sob o comando de Sérgio Luiz Duarte Zimmermann do mesmo partido. Quando contestados, o Grupo ZH diz que baseou-se no que consta no processo judicial.

Cabe destacar que o envolvimento de agentes do MDB durante o governo Fortunati em um esquema de desvio de dinheiro público - onde Melo era seu vice - e o destino de parte do dinheiro desviado, utilizado para alimentar campanha eleitoral do partido, não mereceu destaque na capa da mídia.

A RBS cumpre sua função de atuar em defesa dos interesses da classe dominante, confundindo a opinião pública e escondendo o verdadeiro escândalo nesse caso. Tudo isso é parte da campanha de destruição material e moral da gloriosa e histórica companhia que existe a mais de 140 anos, que atravessou períodos de guerras e duas pandemias mundiais, e que continua dando exemplo de compromisso social que apenas uma empresa pública é capaz de apresentar.

Nós do Esquerda Diário, procurados pelos trabalhadores para dar a eles o espaço de recompor a verdade dos fatos, e na defesa dos interesses dos trabalhadores, repudiamos a chamada tendenciosa da matéria da RBS que busca confundir a categoria e os usuários do transporte que podem de forma desatenta acreditar nas mentiras da mídia da casa grande.

O Esquerda Diário mais uma vez se coloca à disposição da categoria dos rodoviários, para que seja o tribuno de qualquer trabalhador na luta contra a patronal e seus capachos da grande mídia.

A Carris é maior que Melo e sua amiga RBS.

A Carris é do povo, é dos trabalhadores!

Leia também: A força da greve da Carris, a traição do sindicato e como seguir a luta contra Melo




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias