×

Em Belo Horizonte | Pão e Rosas no 24J defende justiça por Francieli, atacada com ácido pelo patrão

A faxineira Francieli Froelich, que foi atacada brutalmente pelo seu patrão com ácido jogado em seu rosto e a deixou parcialmente cega. Lutemos por justiça!

domingo 25 de julho | Edição do dia

Durante o ato neste sábado, 24J, contra Bolsonaro e Mourão, a agrupação de mulheres Pão e Rosas em Belo Horizonte (MG) exigiram justiça a Francieli Froelich, faxineira que foi violentamente agredida por seu patrão que jogou ácido em sua cara e a deixou parcialmente cega. As mulheres do Pão e Rosas, junto com o Esquerda Diário e a juventude Faísca, vieram denunciando esse brutal violência, que retrata o machismo e a exploração com os trabalhadores, principalmente os que são mais precarizados como as empregadas domésticas, onde em sua maioria são mulheres e negras, e recebem os piores salários além de todas as humilhações possíveis. Essa violência é um retrato também do próprio governo de Bolsonaro e Mourão, que é altamente racista e misógino e odeia todo o povo pobre e trabalhador que paga com a miséria e a violência.

“Não consigo enxergar”, diz Francieli, faxineira brutalmente atacada pelo patrão com ácido

Fazemos um chamado à todo o movimento de mulheres, para organizar já uma forte solidariedade à Franciele e ações de luta por justiça!

Maíra Machado: "Francieli teve ácido atirado em seu rosto pelo patrão! Lutemos por justiça!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias