×
Rede Internacional

SOCIEDADE | Negacionismo Bolsonarista na pandemia fez Brasileiros ter 3 anos a menos de expectativa de vida

Como se não bastasse a expectativa de vida do brasileiro ter diminuído 1,3 anos em 2020, por conta do aumento das mortes de COVID-19, causadas pela gestão assassina de Bolsonaro e Mourão, a previsão é que o Brasileiro perca mais 1,8 anos de expectativa de vida somente em 2021.

terça-feira 29 de junho | Edição do dia

Imagem: Evaristo SA/AFP/AFP

Segundo os dados do IBGE, o Brasil vive o maior retrocesso na escala de longevidade desde 2014, atacando com mais intensidade e expectativa de vida dos homens retrocedendo 1,95 anos de vida, e também a das mulheres com um total de 0,95 anos. Somente no Amazonas a queda foi de 3,46 anos, enquanto no amapá foi de 3,18 e no para 2,71 anos de vida.

Os pesquisadores afirmam que no norte e nordeste do país, a queda se deu de forma maior por conta da péssima qualidade dos serviços públicos de saúde prestados, e por conta do sucateamento.

Leia também: Greve geral para derrotar Bolsonaro, Mourão, os ataques e impor uma nova constituinte

Esses dados nos revelam a atrocidade da gestão negacionista de Bolsonaro, que ceifou a vida de mais de 500 Mil Brasileiros, e que ao mesmo tempo não deixou um minuto de atacar trabalhadores os fazendo trabalhar até morrer em meio a doença para saciar a sede de lucros dos empresários.

Além disso a reforma trabalhista, a reforma da previdência, e as privatizações cumprem um papel decisivo junto ao atual sucateamento dos serviços, no que diz respeito ao nível de qualidade de vida dos Brasileiros, por isso é importante que os trabalhadores usem da sua auto organização para reverter esses ataques com uma assembleia constituinte livre e soberana, para que todos esses ataques que apenas servem para manter os lucros dos capitalistas e descarregar a crise nas costas dos trabalhadores sejam anuladas.
Fonte: Uol notícias




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias