×

BLACK LIVES MATTER | Minneapolis novamente em chamas contra assassinato de jovem negro

Nos países mais pobres e nos países mais ricos, a polícia mantém seu caráter repressivo e assassino contra os negros e pobres. No Estados Unidos, a polícia de Minneapolis, assassinou friamente Daunte Wright, 20 anos, na mesma cidade de George Floyd, Minneapolis entrou em chamas novamente.

terça-feira 13 de abril | Edição do dia

Depois do violento assassinato de Daunte Wright, Minneapolis está em chamas novamente, enquanto o policial supremacista e assassino de George Floyd nem se quer teve sua condenação definitiva, a polícia segue assassinando friamente os negros na primeira oportunidade que encontra.

O país que é o coração do imperialismo sabe o quanto a luta antirracista é uma incentivo à grandes mobilizações, após o assassinato de Daunte, jovem negro de 20 anos neste domingo (11), Minneapolis esta totalmente militarizada, com temor e precaução contra possíveis grandes mobilizações antirracistas.

Tudo isso ocorre no segundo ano de pandemia e primeiro mandato do partido democrata, com Biden e Kamala Harris, o partido democrata se utilizou dos movimentos BLM para se promover politicamente nas eleições à presidência, enquanto isso mantém estruturalmente o racismo que assassina brutalmente os negros por várias cidades pelo EUA.

As manifestações contra o assassinato dos negros, pobres e imigrantes seguem em curso, enquanto os aparatos repressivos dos Estado buscam medidas de contenção os negros ocupam as ruas do EUA. Nos países periféricos e nos grandes países imperialistas, basta de violência policial e racismo.

Os gritos por justiça a George Floyd ecoaram por todo globo, no primeiro ano da pandemia as ruas de várias cidades no EUA fora ocupadas por milhões de pessoas contra o racismo e violência policial. Esse exemplo refletiu em vários países pelo mundo e milhares e milhares de pessoas foram as ruas contra o racismo e violência policial.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias