INTERNACIONAL

Keiko Fujimori, herdeira da ditadura, acusa eleições presidenciais no Peru de fraude

Eleições presidências no Peru põe a frente na disputa o candidato Castilho, Keiko Fujimori acusa os resultados eleitorais de fraude.

terça-feira 8 de junho| Edição do dia

Foto: STRINGER / REUTERS

Keiko Fujimori, é uma candidata da direita conservadora no Peru,herdeira dos anos terríveis de ditadura do seu pai no governo. Nessas eleições Keiko apostou bem alto na sua vitória, segundo, pesquisas iniciais de intenções de votos, Keiko lidera a disputa, no entanto, após a contagem dos votos das áreas mais rurais do Peru, o candidato sindicalista e professor, Pedro Castilloultrapassou na margem de votos Fujimori.

Segundo o Escritório Nacional de Processos Eleitoriais Keiko conta com 49,712% na contra mão Pedro Castillo 50,288%, em números mais objetivos são 8.575,987 à 8.477.817 a diferença entre os candidatos são de 98.170 mil para o professor sindicalista Pedro Castillo.

Após o resultado das urnas não satisfeita Keiko Fujimori anunciou para toda a imprensa a possibilidade de fraude na eleição presidencial peruana. Se contraponto ao resultado apresentados através das urnas a candidata acusou a contagem de votos de erros na contabilidade.

A candidata conservadora tem questionado a vantagem de Castillo ao longo da campanha eleitoral dizendo que a presidência poderia estar a um punhado de votos. O candidato que ganhar as eleições terá que enfrentar o desafio de governar um país enormemente polarizado pela situação político- social. Além do mais, o Peru se encontra em uma profunda crise institucional, econômica e sanitária agravada pela pandemia.

SAIBA MAIS: http://www.esquerdadiario.com.br/Com-mais-de-95-das-urnas-apuradas-Pedro-Castillo-ultrapassa-Keiko-Fujimori-no-Peru




Tópicos relacionados

Crise política no Peru   /    Internacionalismo   /    eleições Peru   /    Peru

Comentários

Comentar