Política

Eleições 2020

Entorno do DF: o centrão de Caiado e do latifúndio sai fortalecido

Partidos como o DEM de Caiado é um dos principais fortalecidos. Aliados de Ibaneis também se elegem em cidades importantes. Candidatos bolsonaristas não emplacaram na disputa.

terça-feira 17 de novembro| Edição do dia

O primeiro turno das eleições terminou e boa parte das cidades do Entorno do DF já decidiram seus representantes. A tendência que se observou foi a predominância do centrão fisiológico, se reelegendo e mantendo prefeituras importantes nas principais cidades. Partidos como o DEM de Caiado é um dos principais fortalecidos. Aliados de Ibaneis também se elegem em cidades importantes. Candidatos bolsonaristas não emplacaram na disputa.

Essa localização do centrão se dá na medida em que há um pacto no regime do golpe institucional, em que o STF, Bolsonaro e os militares, juntos do centrão no Congresso estão alinhados para passar as reformas anti-operárias e descarregar a crise nas costas dos trabalhadores e oprimidos. Apesar das diferenças que cada candidato apresentou, a direita que se apresenta como “racional” também quer a reforma administrativa, bem como manter todas as outras reformas de pé para assegurar o lucro do latifúndio.

Valparaíso do Goiás

Em Valparaíso do Goiás, foi reeleito o prefeito Pábio Mossoró. Pábio é o candidato de Ibaneis, mas é bom lembrar que ele foi eleito para o primeiro mandato pelo PSDB e, agora, foi para o MDB. Sua concorrente era Lêda Borges (PSDB), mostrando que na verdade não havia muita diferença entre os dois - na realidade, ela mesma apoiou o candidato do DEM aliado de Caiado no Novo Gama, ao invés da candidata Sônia Chaves do PSDB; Carlinhos do Mangão (PL), inclusive, foi eleito. Fábio Correa (PP) em Cidade Ocidental - que compõe coligação com o PSDB e o DEM - também foi reeleito. Dessa forma, em termos gerais, os interesses de Pábio não se opõe diretamente aos de Caiado - trata-se apenas de uma disputa entre fatias da burguesia representante do latifúndio e que assegura a exploração do trabalho precário no entorno do DF.

Pábio seguiu a onda bolsonarista e abriu o comércio já em Abril - apesar de não garantir nem emprego, nem renda para o povo pobre, apenas publicando um decreto obrigando as pessoas a usarem máscaras nas ruas.

No final das contas, boa parte dos trabalhadores de aplicativos que moram no Entorno passaram a maior parte da pandemia tendo que pedalar mais de 50 quilômetros até Brasília, mesmo no auge da seca. Se depender de Pábio, não haverá garantia de emprego digno nem renda para o povo pobre de Valparaíso - cidade na qual residem boa parte dos trabalhadores precários do DF, entre terceirizados, empregadas domésticas, entregadores e muitos outros.

Luziânia

Já em Luziânia, foi eleito Diego Sorgatto (DEM), empresário e deputado estadual de Goiás e fiel aliado de Ronaldo Caiado. Trata-se de mais um político do agronegócio, comprometido com a precarização do trabalho dos professores e do conjunto da classe trabalhadora. Fora que Diego teve para sua campanha uma contribuição generosa de seu tio, Romeu Sorgatto, um dos maiores produtores de tomate do Brasil: mais de R$ 415 mil.

Diego já foi filiado à REDE, PSD, PSB e PSDB - mostrando que coerência política não é com ele. Ou melhor, ele segue a coerência oportunista e fisiológica do centrão. Ninguém sabe o que defendem, apenas que são da base governista e, mesmo querendo se colocar como diferentes de Bolsonaro, estão sempre juntos dele e de Guedes quando o assunto é aprovar reformas.

Águas Lindas de Goiás

Em Águas Lindas de Goiás, quem ganhou, foi Doutor Lucas (Podemos) - médico que já mostra a que veio só por se intitular por “doutor”. A candidatura de Dr. Lucas quase foi impugnada pelo fato dele ser sócio e gestor da empresa Global Health no Brasil - a qual possui contrato com o município.

Ele venceu o candidato Wilson Tullio (DEM) por apenas 35 votos de diferença. Apesar do aliado direto de Caiado não ter sido eleito, é certo que a cidade contará com um agente do centrão fisiológico com aptidão para representar os interesses da saúde privada. E os interesses de Caiado e do latifúndio não estão mal representados - basta ver que em Formosa foi reeleito Gustavo Marques, justamente do Podemos, e que compõe coligação com o DEM.

Dr. Lucas é um verdadeiro barão da saúde privada - dono da única clínica com diagnóstico por imagem da cidade. Em meio a uma crise sanitária, Dr Lucas está pronto para representar os interesses privatistas e dos lucros dos monopólios imperialistas da saúde.

Para saber mais: O pior da extrema direita nas eleições no Entorno do DF

E também: Eleições no Entorno do DF: um debate com a esquerda

Diante do cenário atual de degradação do sistema político, de ameaças de reformas a nível nacional, mas também municipal, é tarefa fundamental da esquerda organizar a classe trabalhadora e os oprimidos para enfrentar o regime do golpe institucional de conjunto. As eleições municipais no Entorno do DF demonstram que, para defender plenos direitos para entregadores, empregadas domésticas, terceirizados e todos os trabalhadores precarizados; para barrar a reforma administrativa que ameaça a estabilidade dos servidores públicos; para barrar a privatização da CEB, que ameaça tornar o DF e região um novo Amapá - será preciso organizar nossa classe para lutar nas ruas por nossos direitos.




Tópicos relacionados

Eleições 2020   /    Ronaldo Caiado   /    Ibaneis Rocha   /    DEM   /    Centrão   /    Agronegócio   /    Brasília   /    Política

Comentários

Comentar