×

Guerra na Ucrânia | Em visita a Polônia, embaixador russo é recebido com tinta vermelha por manifestantes

Enquanto Sergey visitava o local, ele e sua comitiva foram atingidos com tinta vermelha por manifestantes que gritavam frases contra a invasão russa da Ucrânia. Detalhe para a cor vermelha da tinta que faz alusão a todo o sangue derramado devido ao conflito, que já ultrapassou a marca de 2 meses desde seu início em 24 de Fevereiro deste ano.

segunda-feira 9 de maio | Edição do dia

A Guerra na Ucrânia se estende e o fim dela já se tornou incerto desde que o “blitzkrieg” russo fracassou de forma retumbante. Porém, Putin se mostra irredutível em sua ambição de aumentar suas influências internacionais invadindo a Ucrânia, na tentativa de forçar que o governo ucraniano se torne um fantoche russo.

Do outro lado, a OTAN busca aumentar cada vez mais o apoio à Ucrânia, não só aumentando suas influências imperialistas no país invadido, como também aumentando sua investida contra a Rússia e tecendo um desmonte financeiro aos russos que sofrem cada vez mais sanções de países que se mostram do lado ucraniano.

Saiba mais: Uma nova fase da guerra na Ucrânia

Ao mesmo tempo, EUA expande suas influências diretas à guerra por trás da OTAN por meio de Biden, que se mostra agressivo em seus discursos e dificulta cada vez mais qualquer possibilidade de um diálogo pró-término da guerra com o governo Putin. Decerto que expor Putin como uma figura perigosa internacionalmente, e a imagem de apoio aos ucranianos, tem como objetivo resgatar a hegemonia norte-americana que vem sendo desgastada nos últimos anos.

Desse modo, o momento é favorável devido ao gradual afastamento da China como apoiadora da Rússia, e isso se deve à escalada de tensões e discursos que alimentam a ideia de uma guerra de grandes proporções.

Do lado russo também há tentativa de melhoria da imagem da Rússia, onde em diversos momentos Putin surge em programas de TV e se reúne com figuras políticas internacionais. Nesse meio tempo, representantes do governo russo realizam visitas esporádicas internacionais buscando manter as poucas alianças que ainda restam, como aconteceu recentemente em uma visita do diplomata russo Sergey Andreyev ao Mausoléu dedicado aos soldados soviéticos na Polônia, na cidade de Varsóvia.

Contudo, é de conhecimento público que a rejeição externa a qualquer presença política russa tem se agravado. Logo, enquanto Sergey visitava o local, ele e sua comitiva foram atingidos com tinta vermelha por manifestantes que gritavam frases contra a invasão russa da Ucrânia. Detalhe para a cor vermelha da tinta que faz alusão a todo o sangue derramado devido ao conflito, que já ultrapassou a marca de 2 meses desde seu início em 24 de Fevereiro deste ano.

Dessa maneira, nós do MRT defendemos o fim da invasão ucraniana pela Rússia, a retirada imediata das forças russas da região. Assim como reivindicamos o fim da influência imperialista da OTAN, que não é de hoje responsável por fomentar guerras no Oriente Médio e insiste em se infiltrar em conflitos de modo a aumentar mais sua área de domínio.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias