Gênero e sexualidade

CONSTANTINO DEFENDE TESE DE "ESTUPRO CULPOSO"

Constantino é repulsivo ao culpabilizar as mulheres por estupros, vamos às ruas contra isso, diz Letícia Parks

O bolsonarista Rodrigo Constantino emitiu na Jovem Pan repugnantes opiniões legitimando a sentença do caso Mariana Ferrer, culpabilizando mulheres pelo estupro que sofrem. Letícia Parks, da bancada revolucionária do MRT, comentou as declarações.

quarta-feira 4 de novembro| Edição do dia

Comentarista da reacionária Jovem Pan, o bolsonarista Rodrigo Constantino mostrou claramente a ideologia desse governo ao fazer comentários dizendo que se tivesse uma filha que fosse estuprada em uma festa, questionaria suas atitudes e, se ela estivesse bêbada e tivesse se comportado de uma forma que ele considera “imoral”, a colocaria de castigo e tomaria partido do estuprador. Veja abaixo o vídeo:

Além disso, em sua conta no Twitter ele defendeu a abjeta tese do “estupro culposo” utilizada para absolver André de Camargo Aranha pelo estupro de Mariana Ferrer. Ele comparou um motorista bêbado que mata alguém a uma mulher que bebe e é estuprada, dizendo que ela é responsável pelo crime cometido contra ela:

Letícia Parks, candidata a vereadora em São Paulo pela bancada revolucionária e do grupo de mulheres Pão e Rosas, e comentou as declarações de Constantino:

“Constantino é repulsivo ao culpabilizar as mulheres por estupros. Ele é parte integrante do esgoto machista e misógino onde rasteja Bolsonaro e todo esse governo, que tem responsabilidade por toda a onda de machismo da qual a sentença de ‘estupro culposo’ faz parte. A culpabilização das mulheres por crimes sexuais cometidos contra elas é parte da ideologia capitalista que quer nos manter submissas e sem direito a nossos corpos e à nossa livre sexualidade. Constantino reafirma ela ao dizer que castigaria sua própria filha se fosse estuprada, mostrando que sua misoginia desconhece limites. Ele diz que as feministas são ’recalcadas e ressentidas’, que ’odiamos homens’. Com isso só mostra, como os lamentos de Robinho, que teme a força das mulheres. Da mesma forma como o executivo faz com o governo Bolsonaro, reforçando e aprofundando essa ideologia, vemos o judiciário fazer o mesmo com a absurda sentença e a absolvição do estuprador de Mari Ferrer, que é um rico empresário. Não nos calaremos, faremos Constantino engolir suas palavras e o judiciário a sua sentença, pois seremos dezenas de milhares nas ruas em todo o país gritando justiça para Mari Ferrer, e seguiremos em luta pela derrubara do patriarcado e do capitalismo!”




Tópicos relacionados

#JUSTIÇAPORMARIFERRER   /    Caso Mari Ferrer   /    Bancada Revolucionária de Trabalhadores   /    Mulheres   /    Machismo   /    Estupro   /    Mulher   /    Violência contra a Mulher   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar