Sociedade

CORONAVÍRUS

Causa da morte de voluntário da Coronavac teria sido suicídio aponta IML

terça-feira 10 de novembro| Edição do dia

A morte do voluntário que participava dos testes da Coronavac e gerou a suspensão, por parte da Anvisa, dos Estudos Clínicos para liberação da vacina no Brasil, pode ter sido provocada por suicídio. De acordo com a revista Veja, o ocorrido foi atestado pelo Instituto Médico Legal, responsável pelo laudo médico que indicou a causa da morte do voluntário.

A confirmação da causa da morte expõe o uso político da Anvisa pelo governo Bolsonaro em guerra com Doria. A agência havia relatado sem detalhes que houve um “evento adverso grave” e, por isso, suspenderia a análise da vacina no País.

Hoje (10), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, declarou em uma coletiva que era impossível a causa do óbito estar relacionada à vacina e que os testes devem ser retomados em dois dias.

Leia mais: Contra Bolsonaro e Doria, defendemos todas as medidas contra a Covid e o direito à vacina para todos

Com 162 mil mortes, Bolsonaro celebra vitória contra Doria após suspensão de vacina




Tópicos relacionados

Vacina   /    Coronavírus   /    Jair Bolsonaro   /    João Doria   /    Sociedade

Comentários

Comentar