15/03

Bolsonaro reuniu pequeno bando pró AI-5, gente que nega a existência do Coronavírus e defende o terraplanismo

Pequenas manifestações reacionárias e golpistas acontecem no dia de hoje, apoiando o governo e toda barbárie obscurantista e defendendo fechamento do Congresso. Bolsonaro esteve ativamente nas ruas embandeirado do reacionarismo da pequena claque que foi às ruas

domingo 15 de março| Edição do dia

Bolsonaro agitou bandeira do Brasil, twittou freneticamente divulgando as manifestações de extrema-direita que aconteceram em várias capitais e cidades do país. Parte da tropa de Olavo, do terraplanismo foi para as ruas. As manifestações foram muito pequenas, a polícia mineira, por exemplo falou em menos de 1mil pessoas, em SP o ato não chegou a ocupar um quarteirão. Como na foto que ilustra esse artigo.

O que faltou de gente sobrou de Bolsonaro os aplaudindo e sobrou também em reacionarismo. Em todos os planos. Desde a negação do Covid-19 à defesa de fechamento do Congresso e todo reacionarismo golpista.


Bolsonaro alegou desconvocar as manifestações na última quinta-feira. Mas hoje resolveu acabar com o esconde-esconde e mostrar a todas as posições de um defensor de Ustra. Bolsonaro resolveu divulgar as manifestações no twitter e fez mais que isso, foi encontrar e cumprimentar os manifestantes do AI-5 em Brasília.
A camada mais reacionária e golpista que apoia o governo Bolsonaro levantou a hashtag #DesculpeJairMasEuVou, fez isso por puro disfarce e aparência. Estavam lá com aplauso e anuência do reacionário que ocupa a presidência da República graças a eleições manipuladas pelo judiciário, com aval dos militares, para colocar um defensor de ideias protofascistas como quem poderia conduzir a continuidade dos ataques do golpe institucional. E assim com Bolsonaro a frente um punhado aqui, uma centena ali de terraplanistas e defensores de fechar o Congresso pisaram nas ruas.

O próprio Bolsonaro decidiu se integrar à Esplanada dos Ministérios, deixando de lado a quarentena, e participou da manifestação dentro de um carro. Também apoiou as manifestações ao divulgar diversos vídeos em seu perfil do Twitter.

As manifestações, como já era esperado, reúnem a parcela da população mais reacionária e fiel ao governo. A novidade dessa vez é que alguns ainda menosprezam também a existência do coronavírus, dizendo que “nunca matou ninguém e nem vai matar”. Veja vídeo de manifestante dizendo isso em carro de som, em manifestação que ocorreu hoje no Maranhão:

Veja algumas das barbaridades:




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Extrema-direita   /    Jair Bolsonaro   /    Ditadura militar

Comentários

Comentar