×

BOLSONARISMO | Bolsonaro quer que Mendonça realize orações em sessões do STF, se eleito ministro da Corte

Após visitar o presidente do STF, Luiz Fux, Bolsonaro oficializou a indicação de André Mendonça, da Advocacia-Geral da União, para a vaga na Corte aberta com a aposentadoria de Marco Aurélio Mello. “Ele é sim extremamente evangélico, é pastor evangélico. Já falei que só faço um pedido para ele que uma vez por semana ele comece a sessão com oração. Isso está fechado”, disse Bolsonaro sobre Mendonça.

terça-feira 13 de julho | Edição do dia

Foto: Carolina Antunes/PR

Independentemente do meu pedido, tenho certeza que os demais dez ministros do Supremo, caso ele seja aprovado no Senado, não vão se opor a isso. Muitos, pelo contrário, vão sentir a alma bem mais leve para fazer seu julgamento", disse também o presidente.

Veja também: Bolsonaro indica pastor bolsonarista André Mendonça para ser seu representante no STF

Ele seguiu elogiando Mendonça, dizendo que ele é um “um homem equilibrado, religioso, respeitador, tem seus princípios e é uma pessoa que vai contribuir muito para o STF”.

Veja mais: “Terrivelmente evangélico”, André Mendonça é o escolhido de Bolsonaro para o Ministério da Justiça

Ministro da justiça declara que cristãos podem discordar de homossexualidade

"Fiz um compromisso há quatro anos com os evangélicos do Brasil. Nós indicaremos um evangélico para que o Senado aceite o seu nome e encaminhe para o Supremo Tribunal Federal um irmão nosso em Cristo", disse Bolsonaro em 18 de junho, em ato pelos 110 anos da Assembleia de Deus no Brasil. Portanto, Mendonça, que além de ter ocupado uma série de cargos essenciais para levar adiante a política reacionária de Bolsonaro é também pastor licenciado da Igreja Presbiteriana Esperança, vem a calhar para garantir os interesses reacionários do presidente.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias