Sociedade

ATAQUE A EDUCAÇÃO PÚBLICA

Bolsonaro quer desviar dinheiro da escola pública para dar para escolas ligadas a igrejas

Bolsonaro e Damares propõem desviar 15% dos já poucos recursos da educação pública para financiar escolas ligadas a igrejas católicas e evangélicas.

sexta-feira 9 de outubro| Edição do dia

O Governo Bolsonaro pretende desviar até 15% dos fundos do Fundo Nacional da Educação Básica (Fundeb) para escolas e instituições ligadas a igrejas e grupos religiosos. Atualmente é vedado o uso de dinheiro público para instituições fora da rede pública.

As informações trazidas por Renata Mariz são de que as entidades religiosas intensificam a pressão sob Bolsonaro para que obtenham esse dinheiro desviado. Bolsonaro e Damares chegaram se reunir na última segunda(05) com líderes religiosos que cobram mais verbas para suas escolas e instituições.

Bolsonaro aumentou ainda mais os privilégios das igrejas

Desde que assumiu o poder em janeiro de 2019 Bolsonaro vem expandindo ainda mais os privilégios das igrejas. Enquanto fazia um discurso cheio de mentiras na ONU se aprovava no Congresso o perdão bilionário das igrejas.

Na última semana também teve destaque nas redes e na mídia os repasses de milhares de reais por meio do programa “Pátria Voluntária” sem licitação a ONGs religiosas ligadas a ministra Damares Alves.

Inúmeros são os exemplos de como os órgãos e aparatos religiosos vem se beneficiando no último período. Esta proposta de desvio de verbas da educação básica veio pra ser mais um avanço destes setores.

Pode te interessar: Damares tentou impedir aborto de menina de dez anos, segundo a Folha.




Tópicos relacionados

Igrejas Evangélicas   /    Damares Alves   /    Separação da Igreja e do Estado   /    Igreja Católica   /    Jair Bolsonaro   /    Educação   /    Sociedade   /    Educação   /    Política

Comentários

Comentar