×

Voto impresso | Bolsonaro diz que não tem provas de fraudes eleitorais depois de três anos de acusações

Em sua live semanal desta quinta-feira (29), Bolsonaro reafirmou várias notícias falsas sobre o sistema eleitoral, mas afirmou: "Não temos provas, vou deixar bem claro, mas indícios". O presidente, mais uma vez, tenta utilizar do argumento do voto impresso visando manipular o processo eleitoral de 2022

sexta-feira 30 de julho | Edição do dia

Imagem: Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na live desta quinta-feira (29), que não tem provas para afirmar mas que eleições de 2018 tiveram fraudes ou que o sistema eleitoral pode ser fraudado.

O objetivo da live desta quinta era apresentar provas ou argumentos de fraudes nas eleições. No entanto, em mais de duas horas de live, Bolsonaro só propagou fake news e falou sobre temas não relacionados a isso.

Bolsonaro ignorou um dos princípios mais básicos do direito, de que ônus da prova cabe a quem alega o fato e afirmou:

"Os que me acusam de não apresentar provas, eu devolvo a acusação. Apresente provas de que ele não é fraudável",

Em seguida ele disse:

"Não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas... Não temos provas, vou deixar bem claro, mas indícios que eleições para senadores e deputados podem ocorrer a mesma coisa. Por que não?"

Na apresentação, que deveria mostrar "fatos, acontecimentos" de fraudes, foi apresentado material já desmentido e comprovado como fake news, como vídeos e posts que circulam em redes sociais.

Um dos materiais, que já foi comprovado como falso, foi um vídeo antigo em que um programador dizia ser capaz de fraudar a urna eletrônica, simulando o código-fonte do sistema.

Bolsonaro, ao desqualificar as urnas eletrônicas, continua com a política da extrema-direita de tentativa de manipular o processo eleitoral de 2022. Com o aumento de sua rejeição e a possibilidade de derrota eleitoral, o presidente quer impor suas saídas autoritárias, assim como a extrema-direita dos Estados Unidos, com Trump alegando fraude.

Veja o ED comenta sobre este assunto:

Veja também: Veja as 11 vezes que Bolsonaro se mostrou um verdadeiro entusiasta do Nazifascismo




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias