Política

MANIFESTAÇÃO EM SP

Ato em São Paulo pede vacina para todos e auxílio de 600 reais

A manifestação foi organizada pela Coalizão Negra por Direitos e se opôs à política de Jair Bolsonaro e João Doria. As principais reivindicações foram de auxílio-emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia, vacinas para todos e também se opuseram à autonomia do Banco Central.

quinta-feira 18 de fevereiro| Edição do dia

(Foto: Reprodução/ Facebook Movimento Negro Unificado - São Paulo)

O ato se concentrou em frente ao Banco Central, na Avenida Paulista. Eles levavam faixas com suas reivindicações e também marmitas vazias, simbolizando a possibilidade de inúmeras pessoas passarem fome sem o auxílio neste período de crise econômica e sanitária.

Além de organizações de juventude e do movimento negro, estiveram presentes no ato vereadoras como Elaine Minero, do Quilombo Periférico (PSOL), e Paula Nunes, da Bancada Feminista (PSOL).

As reivindicações de vacinas para todos e de prorrogação do auxílio-emergencial neste momento são bastante importantes, onde o Brasil atinge a maior média móvel de mortes desde o início da pandemia e os estoques de vacinas estão zerados em diversas cidades, e o governo propõe um auxílio de R$ 250.

Todas as organizações classistas e combativas precisam assumir pra si a batalha contra a passividade das centrais sindicais colocando de pé um forte polo antiburocrático da esquerda que exija medidas concretas de luta a partir de assembleias, reuniões de base e ações como manifestações de rua e greves, e lutar por uma saída dos trabalhadores para crise.

Através da luta contra cada reforma que já foi aprovada, é possível arrancar um auxílio em um valor suficiente para sustentar uma família, que deveria ser de 2 mil reais, a renda média no país antes da pandemia, e que esse auxílio venha sem nenhuma contra partida de ajuste fiscal e ataque aos trabalhadores, como querem Bolsonaro, Guedes e o Congresso.

EDITORIAL - As disputas entre o STF e as Forças Armadas reatualizam a luta contra o regime do golpe institucional




Tópicos relacionados

Autonomia do Banco Central   /    Vacina contra a covid-19   /    Vacina   /    Vacinação   /    Auxílio emergencial   /    Flavio Bolsonaro   /    Governo Bolsonaro   /    Banco Central   /    Jair Bolsonaro   /    João Doria   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar