×

Repressão | Polícia italiana reprime e agride manifestantes contrários a Bolsonaro após encontro do G20

Pelo segundo dia consecutivo a polícia italiana agride e reprime manifestantes que se colocam contrários a Bolsonaro em cidades italianas. Primeiro caso havia sido em Roma e este ocorreu na região de Pádua.

segunda-feira 1º de novembro | Edição do dia

A Polícia Italiana reprimiu violentamente manifestantes que se colocavam contrários ao Presidente Jair Bolsonaro na cidade de Pádua, no norte da Itália. Usando de canhões d’água e bomba a polícia reprimiu os manifestantes contrários ao presidente, enquanto os que se colocavam favoráveis a ele nada recebiam.

Bolsonaro foi até a região para conhecer a cidade de Anguillara Veneta, cidade de onde um de seus bisavós teria nascido e partido para o Brasil, para receber um prêmio de cidadão-honorário. Lá, Bolsonaro também foi recebido com protestos de setores populares, sindicalistas e antifascistas.

Em Roma, Bolsonaro participou da cúpula do G20, grupo que reúne as vinte maiores economias mundiais.

Leia também: Bolsonaro e Queiroga debocham das acusações de genocídio na cúpula do G-20




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias