×
Rede Internacional

PLENÁRIA NACIONAL DA FAÍSCA] | Plenária da Faísca rumo ao dia 29: "Percebi que o pessoal tá sem medo de lutar"

Na Plenária Nacional da Faísca, neste domingo (23/05), vários jovens expressaram a disposição de lutar junto com os trabalhadores para derrubar o capitalismo e e construir um novo mundo.

segunda-feira 24 de maio | Edição do dia

Saindo da plenária, diversos jovens se mostraram moralizados e com disposição para lutar contra Bolsonaro, Mourão e os golpistas. Foram vistos comentários que mostraram isso, como "agora tô animada pra lutar contra o Bolsonaro e pra derrubar o capitalismo". Outros comentários mostraram que existe uma juventude que quer ir pra rua nesse momento, dizendo "Pessoal tá sem medo, tá indo pra cima".

Alguns participantes ressaltaram a importância de lutar junto aos trabalhadores para atingir nossos objetivos. Um presente falou que "o que mais me impressionou foi a ligação da luta entre trabalhadores e estudantes". É uma demonstração de como diversos jovens já entenderam a importância de estar junto da classe trabalhadora, apesar do que a direção da UNE e das centrais, como CUT e CTB, fazem, chamando dois dias de luta separados.

Aconteceu uma saudação também de Fernanda Peluci, metroviária de São Paulo, categoria que protagonizou uma importante greve durante esta semana, e que a juventude Faísca esteve presente nos piquetes e na luta. Durante a fala dela, uma jovem disse que ficou arrepiada com a presença de uma metroviária.

O componente internacional foi importante também, com saudações do Chile, da Argentina e dos Estados Unidos, sobre a luta que têm acontecido nesses países, mostrando a importância de estar junto das lutas de todo o mundo, o que também impactou na plenária, com um comentário dizendo que "o pessoal de fora do país também mostra que a solidariedade internacional é fundamental na luta".

É com esse espírito que a Juventude Faísca se prepara para o dia 29, lutando em cada universidade e cada curso por assembleias com voz e voto para os estudantes debaterem democraticamente e por fortes blocos no ato do dia 29, para lutar contra Bolsonaro, Mourão e os golpistas, ao lado dos trabalhadores e ao lado também do povo palestino que luta contra Israel, e da juventude de todo o mundo que se enfrenta com os capitalistas!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias