#justiçapormiguel

#SEMANAMIGUEL

Neste 02 de junho, ocupemos também as redes por #JustiçaporMiguel

O Esquerda Diário chama junto com Mirtes Renata e as organizações que constroem a #SemanaMiguel, o “twitaço” Justiça por Miguel, para tomar as redes com as hashtags #JustiçaporMiguel e #SemanaMiguel ao mesmo tempo em que tivermos fazendo a passeata junto com Mirtes no Recife. Usando estas hashtags nas postagens em redes como Instagram, Facebook e Twitter ajudamos a expandir a luta e fortalecer a batalha que estaremos dando nas ruas. A passeata será neste 02 de junho, as 14hrs, com concentração em frente ao Palácio da Justiça no Recife.

quarta-feira 2 de junho| Edição do dia

Como parte das iniciativas de Mirtes Renata para memória e justiça por Miguel, estamos, junto com as demais organizações que estão encampando essa campanha, chamando um Twitaço #JustiçaporMiguel amanhã, 02 de junho, dia em que se cumpre um ano da morte de Miguel, utilizando as hashtags #JustiçaporMiguel e #SemanaMiguel.

Veja: #SemanaMiguel marca 1 ano de luta por justiça de Mirtes Renata

Miguel caiu de um prédio de luxo do Recife, depois de ser abandonado em um elevador pela então patroa de sua mãe, Sarí Corte Real, que além de abandoná-lo sozinho, apertou o botão que o levou para o nono andar.

Desde então, Mirtes vem travando uma ferrenha luta por justiça, em um processo repleto de arbitrariedades que denotam nitidamente o caráter racista e de classe da justiça burguesa, como denunciamos aqui.

Desde o Esquerda Diário e o grupo Pão e Rosas, acompanhamos a Mirtes em mais esta iniciativa e chamamos a que as demais organizações do movimento negro, de mulheres e da classe trabalhadora se somem a este chamado.

É preciso não esquecer de colocar os responsáveis políticos da realidade que levou Mirtes assim como milhares de outras mulheres a terem que se expor ao vírus durante toda a pandemia. Em maio do ano passado, Bolsonaro decretou “essencial” o trabalho doméstico e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara do PSB, acatou. Assim como também não garantiram auxílio emergencial de pelo menos um salário mínimo para que os trabalhadores não essenciais pudessem realmente ficar em isolamento. Estas mesmas políticas foram as que nos trazem hoje ao número de mais de 462 mil vidas perdidas para a covid-19.

A luta por justiça por Miguel é uma luta contra o racismo perpetrado pela elite escravocrata do estado de Pernambuco e que se repete nas periferias, favelas e palafitas de todo o país e que hoje, tem sua expressão no governo Bolsonaro e Mourão. É também a luta das mães de Aghata Félix, de Marcus Vinícius, das mães de Jacarezinho e de Lucas, Fernando e Alexandre, desaparecidos de Belford Roxo; assim como é a luta da classe trabalhadora, que no Brasil é uma maioria de mulheres negras.

Os sindicatos também precisam levantar a bandeira de #JustiçaporMiguel, pois essa é também uma batalha de classe, e sabemos que a justiça burguesa é racista e defende sua própria classe, por isso precisamos somar força nesta mobilização para arrancar a justiça dos de baixo.

Tomemos também as redes com as hashtags #JustiçaporMiguel e #SemanaMiguel ao mesmo tempo em que tivermos fazendo a passeata junto com Mirtes no Recife. Usando estas hashtags nas postagens em redes como Instagram, Facebook e Twitter ajudamos a expandir a luta e fortalecer a batalha que estaremos dando nas ruas. A passeata será neste 02 de junho, as 14hrs, com concentração em frente ao Palácio da Justiça no Recife.




Tópicos relacionados

#SemanaMiguel   /    #justiçapormiguel   /    [email protected]   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar