Sociedade

FUTEBOL E HOMOFOBIA

"Não vamos tolerar": Time de futebol dos EUA abandona partida em protesto contra homofobia

O San Diego Loyals, treinado pelo ídolo do futebol dos EUA Landon Donovan, abandou a partida mesmo vencendo por 3x1, em solidariedade ao seu jogador vítima de homofobia.

sexta-feira 2 de outubro| Edição do dia

Foto: Reprodução / Twitter

O jogo era entre San Diego Loyals e Phoenix Rising, na quarta-feira, 30. O meio-campista Collin Martins, do San Diego, sofreu ofensas homofóbicas de Júnior Flemmings, do Phoenix.

Segundo Donovan, ele disse que seu time havia decidido que se o Flemmings não fosse expulso, eles não seguiriam no jogo, e assim fizeram, mesmo no momento estando com o placar em 3x1 a seu favor.

Donovan ainda declarou: "Eles sabiam que naquele momento, estavam abrindo mão da disputa dos playoffs, embora estivessem vencendo um dos melhores times da liga. Mas eles disseram que isso não importa, há coisas mais importantes na vida e temos que defender aquilo que acreditamos. E então tomaram a decisão de deixar a partida.

É a segunda vez que o San Diego Loyals se recusa a jogar em protestos contra atos de opressão. Na semana anterior, haviam se recusado a jogar após um de seus jogadores sofrer ofensas racistas




Tópicos relacionados

Esporte   /    Homofobia e Transfobia   /    Futebol   /    Sociedade   /    Estados Unidos   /    LGBT

Comentários

Comentar