×

Casos se cruzam | Ex-vereador do Rio é preso por cometer crime junto de Lessa, acusado de matar Marielle

O ex-vereador do Rio de Janeiro, Cristiano Girão, foi preso na manhã dessa sexta-feira (30), em São Paulo, em uma operação que investiga a morte de um miliciano, o “Zóio”.

sexta-feira 30 de julho | Edição do dia

A força-tarefa indica que Zóio foi assassinado por Ronnie Lessa, o mesmo homem acusado de ter assassinado Marielle Franco e Anderson Gomes. Parceiros no crime, Girão e Lessa, a prisão de ambos pode ajudar a solucionar o caso de Marielle e Anderson.

Segundo a investigação, Girão contratou Ronnie Lessa para assassinar o miliciano Zóio e sua esposa na comunidade da Gardênia Azul, comunidade do Rio de Janeiro, em uma disputa territorial de milícias.

Girão, que havia sido vereador da capital fluminense pelo PMN (Partido da Mobilização Nacional) foi condenado, em 2009, por chefiar a milícia da Gardênia Azul, em Jacarepaguá, no Rio. Ficou preso durante oito anos e foi beneficiado por um indulto em 2017, ficando em liberdade condicional desde então.

- Para saber mais sobre o assassinato de Marielle e suas investigações, ouça o Podcast Feminismo e Marxismo, episódio 42, que analisa o caso a fundo e exige justiça por Marielle -> https://www.esquerdadiario.com.br/PODCAST-042-Feminismo-e-Marxismo-Justica-por-Marielle]

A prisão de agora foi decorrência de denúncia feita pelo MP-RJ, por meio da força-tarefa ligada ao caso Marielle-Anderson.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias