Educação

Escola particular de Florianópolis esconde 20 crianças no banheiro para manter seus lucros

O lucro acima da vida. Contrariando o decreto municipal que proíbe as aulas presenciais e colocando as vidas de 20 crianças em risco, diante do maior surto nacional de Covid-19 até agora, uma escola particular escondeu as crianças no banheiro para escapar da fiscalização.

quinta-feira 18 de março| Edição do dia

Imagem: Fernando Moraes/Folhapress

A escola, localizada no Continente, funcionava clandestinamente e sem alvará sanitário. Durante uma fiscalização na quarta-feira (17), foram encontradas 20 crianças escondidas em um banheiro da instituição privada. Foi aplicada multa de R$2.500,00 mais outra pela ausência do alvará.

Desde o início da pandemia, o setor da educação privada tem sido um dos que mais pressionou pelo retorno presencial das aulas, à revelia das condições sanitárias do país. Atualmente, com a falta de leitos de UTI e o colapso do sistema de saúde, o estado de Santa Catarina está tendo de aplicar protocolo para selecionar quem terá direito aos leitos. Como já noticiamos aqui no Esquerda Diário, o retorno inseguro das aulas, impostos por empresas privadas da educação e por prefeitos e governadores, já vem deixando um lastro de mortes de professores, alunos e funcionários pelo país.

Veja também: Por que as escolas particulares precisam acabar




Tópicos relacionados

Coronavírus e Educação   /    Coronavírus   /    Santa Catarina   /    Educação

Comentários

Comentar