×

Rodoviários de Recife | Empresas abrem negociação após ameaça de greve dos rodoviários de Recife

Rodoviários fizeram ato hoje de manhã em Joana Bezerra.

segunda-feira 16 de agosto | Edição do dia

Foto: Tião Siqueira - JC Imagens

Após demitirem vários cobradores, implementarem dupla função, diminuírem os ônibus e aumentando o horário e a lotação dos mesmos - tudo isso em plena pandemia - os donos de empresa de ônibus da Grande Recife queriam protagonizar mais um absurdo: mesmo com os maiores índice de inflação em anos, os empresários estavam se recusando negociar os reajustes salarial dos rodoviários esse ano.

Ante esse fato, a categoria ameaçou greve e hoje pela manhã fez um ato-panfletagem na estação Joana Bezerra, falando sobre a situação dos rodoviários. Após a pressão a empresa aceitou fazer uma reunião com o sindicato, onde apresentou uma proposta de reajuste de 9,22%, baseado no IPCA, que seria dividido em duas parcelas, sendo a primeira em setembro e a segunda em novembro, retroativa a julho. A proposta será discutida na próxima assembleia da categoria no dia 24 desse mês.

Os rodoviários são uma das categorias de trabalhadores mais estratégicas da cidade. Com um metrô ainda bem incipiente que atende a poucas regiões, a grande maioria dos deslocamentos são realizadas por ônibus. O fato que apenas a ameaça de uma greve foi capaz de fazer as empresas recuarem e abrirem negociação é uma mostra da força que tem os trabalhadores. No entanto, a proposta de reajuste apenas repõe a inflação e não revoga as demissões nem os ataques como a dupla função (que aumentam a carga sobre o motorista e aumenta o tempo de viagem, precarizando o serviço para a população, além de aumentar o risco de acidentes).

Também não podemos confiar de que a empresa cumprirá a proposta. Apenas a mobilização dos trabalhadores pode de fato reverter todos esses ataques. Por isso que nós do Esquerda Diário e do MRT apoiamos a luta dos rodoviários recifenses!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias