×

Rio de Janeiro | Contratados na greve dos garis protestam contra o calote de Paes e são recebidos a tiros

terça-feira 19 de abril | Edição do dia

A empresa terceirizada, contratada por 15 dias pela prefeitura de Eduardo Paes para cumprir o plano de contingência durante a greve dos garis, deixou de pagar dezenas de funcionários. Quando os trabalhadores foram reivindicar os seus salários atrasados, os seguranças apontaram armas contra os trabalhadores e deram tiros para o alto.

A empresa contratada para fornecer a mão de obra de 500 trabalhadores à cidade do Rio de Janeiro, fica em Nova Iguaçu. Fontes dizem que tem ligação com os políticos locais. Estes trabalhadores, contratados como parte das medidas anti-sindicais de Eduardo Paes, ficaram sem receber por dias trabalhados. Alguns não receberam alimentação ou transporte.

Leia também: Terceirizados contratados por Paes para furar greve dos garis levam calote e protestam

Os seguranças, na verdade milicianos, apontaram as armas na cara dos trabalhadores que enfrentaram, nos últimos 15 dias, a mesma realidade destinada aos garis do Rio de Janeiro: trabalhar no sol e na chuva, sem luva, sem equipamentos de proteção, sem proteção contra acidentes, etc.

Nós do Esquerda Diário manifestamos nossa solidariedade, exigimos a responsabilização de Eduardo Paes. Pagamento já de todos os salários! Abertura dos livros de contabilidade da empresa contratada por Paes! Assim como, somos contra as punições dadas por Paes contra os garis grevistas. Paes é que deveria ser punido por suas práticas contra o direito de greve.

Leia aqui: A greve dos garis contra Paes e a direção da Comlurb deixou lições valiosas para todos trabalhadores




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias