Política

PANDEMIA

Com Bolsonaro e Dória, expectativa de vida em SP cai pela primeira vez desde 1940

Segundo dados da Fundação Seade, a expectativa de vida ao nascer em São Paulo em 2020 foi de 75,4 anos. A mesma estimativa era feita para quem nascia em 2019, que atingia a expectativa de 76,4 anos.

terça-feira 20 de abril| Edição do dia

Foto: Carla Carniel/Reuters

Os números são assustadores e mais que suficientes para escancarar a barbárie a que estamos submetidos. Pela primeira vez desde 1940, a expectativa de vida está diminuindo.Segundo a Seade(Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados), “o rápido aumento dos níveis de mortalidade, com a expansão da pandemia da Covid-19 em todo o território paulista, afetou diretamente os padrões demográficos de longevidade conquistados, resultando em retrocesso ao patamar de vida média observado sete anos atrás, entre 2012 e 2013".

A mortalidade no estado de São Paulo aumentou em 12% em 2020. Mesmo no estado onde a polícia militar mais mata no país, onde a desigualdade assola a vida de milhões nas periferias das grandes cidades e a violência é exorbitante, a expectativa de vida nunca parou de subir. Até agora.

Sob o comando de Bolsonaro, a nível federal, e de Dória, a nível estadual, a pandemia em São Paulo vem sendo devastadora. Esses são números de 2020, onde foram registradas 197 mil mortes por Covid no país. Estamos em abril e já estamos batendo essa marca em poucos meses em 2021, ano que certamente registrará expectativa de vida ainda menor. Veja gráfico abaixo:

Como se vê, estamos atingindo patamares próximos a 2013 graças à política assassina do governo federal e de Dória. Bolsonaro avança com seu negacionismo para ampliar cada vez mais a circulação do vírus, ao passo em que Dória explode em demagogia ao posar de defensor da ciência enquanto abre escolas sem segurança, expõe trabalhadores da limpeza, transporte e comércio todos os dias sem segurança. Ambos estão unidos na retirada de direitos dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

BolsoDória   /    BolsonaroGenocida   /    MORTES COVID-19   /    Coronavírus e Educação   /    Bolsonaro   /    Crise do Coronavírus   /    COVID-19   /    Pandemia   /    Coronavírus   /    João Doria   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar