Mundo Operário

61 ANOS - ANIVERSÁRIO DE BRASÍLIA

Brasília só é bonita quando ocupada por trabalhadores

Nos 61 anos da capital federal, lembro daqueles candangos que a ergueram e que a história os apagou. Lembro de todas as injustiças, promovidas pelo Estado e pelas empresas, a que foram submetidos os operários e suas famílias. Mas lembro também da luta e da resistência de cada trabalhador e trabalhadora por sobrevivência e dignidade. É essa história que venho contar.

quarta-feira 21 de abril| Edição do dia

Fonte: http://albertoferreira.art.br/brasilia/

Falar da construção e aniversário de Brasília é falar em trabalhadores, é falar em exploração do trabalho. Se Brasília existe e seus prédios estão de pé, é porque alguém colocou tijolo sob tijolo, e os ergueu.

Pouco antes de sua inauguração (1960), Brasília chegou a ser ocupada por mais de 40 mil operários, vindos de todo Brasil, que trabalhavam em exaustivas jornadas de trabalho, que muitas vezes ultrapassavam 18 horas, em turnos sem intervalos e em condições extremamente precárias. Grande parte desses trabalhadores trouxeram consigo suas famílias, que se alojaram em frágeis barracos nos arredores das principais obras de cidade – que posteriormente conheceríamos como monumentos.

Antes mesmo da inauguração da capital, se dá o início do processo de desativação dos acampamentos de obras e erradicação das favelas próximas ao Plano Piloto, deslocando as famílias para zonas distantes do centro. Posteriormente, entre o fim dos anos 60 e início dos 70, as favelas que permaneceram, sofreram com a Campanha de Erradicação de Invasões (CEI), que, em última instância, culminou na criação da região administrativa Ceilândia. Durante todas as ações do Estado, não houve qualquer amparo do poder público para com as famílias dos trabalhadores, ou seja, foram lançados em terrenos sem saneamento básico nem infraestrutura, e o mais importante: bem longe dos olhos da burguesia.

Toda a arquitetura e urbanística da capital do país perdem o sentido, o brilho e a beleza quando quem a ocupa não é quem as construiu. Brasília só é bonita quando ocupada por trabalhadores. Pelos direitos que nos foram negados, pelo fim das injustiças e pela emancipação de toda classe trabalhadora, não podemos parar! A luta continua!


Se você é do Distrito Federal ou região e quer contribuir ou conhecer o Esquerda Diário, escreva para (61)99903-2711 - (Luiza) ou [email protected]




Tópicos relacionados

Aniversário de Brasília   /    Tribuna Aberta    /    Classe Trabalhadora   /    DF - Brasília   /    História do Brasil   /    UnB   /    Universidade de Brasília   /    História   /    Brasília   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar