×

Supremo Tribunal Federal | Aliado de Bolsonaro, Toffoli recusa pedido para barrar desfile de tanques no Planalto

Toffoli diz que não é da competência do STF analisar a questão, com o objetivo de legitimar as provocações golpistas do genocida e negacionista Bolsonaro.

terça-feira 10 de agosto | Edição do dia

Toffoli nem se deu o trabalho de analisar o mandado para impedir que tanques passem pelo Congresso e fiquem de frente com o Planalto. O ministro afirmou que não é da competência do STF analisar a questão. Para Toffoli só é do interesse do STF atacar a classe trabalhadora como a aprovação da terceirização generalizada do trabalho em 2018, ou vender subsidiárias da Petrobrás e cair nas graças do governo Bolsonaro.

Bolsonaro leva tanques ao Planalto para pressionar a votação da PEC do voto impresso

Na ação consta o “abuso de autoridade” por parte de Bolsonaro, visto que o pedido para o adiantamento do desfile e sua primeira aparição no Planalto saiu do próprio Bolsonaro e do ministério da Defesa, uma clara tentativa de pressionar a votação da PEC pelo voto impresso.

O presidente do TSE, o golpista Fux, foi convidado por Bolsonaro a participar do evento inédito, além do ministro Barroso e o presidente da Câmara. Desde que as ações não interfiram e, nesse caso, estimulam, os ataques à classe trabalhadora, Toffoli se recusa a interromper.

O abraço do regime golpista e a necessária nova Constituinte

STF: os eleitos por ninguém que arbitram no regime golpista contra os trabalhadores




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias