Política

AUMENTO SALARIAL

Verdadeiros privilegiados: salário de Mourão será de 63 mil reais

Nova portaria aumenta o salário de Bolsonaro e Mourão e permite que a remuneração do vice ultrapasse o teto.

segunda-feira 10 de maio| Edição do dia

Imagem: Isac Nóbrega / PR

O Ministério da Economia publicou, no fim de abril, portaria que possibilita o aumento da remuneração de servidores aposentados ou reservistas que ainda ocupam cargos públicos. A portaria permite ultrapassar o teto do funcionalismo, que hoje é de R$ 39,2 mil.

Antes da medida, o valor da remuneração era reduzido com o abate-teto para respeitar o teto: com a portaria a remuneração do presidente pode chegar a R$41 mil e a do vice-presidente pode chegar a R$63 mil.

Segundo o jornal o Estado de São Paulo, o Ministério da Economia afirmou que o impacto será de R$66 milhões ao ano.

A portaria é aprovada no momento em que o Brasil mantém, há dois meses, a média de 2 mil mortes por dia, enquanto continuam os ataques com sua MP da Morte e Bolsonaro brinca com dinheiro público.

- Reedição da MP 936 permite redução de salário para trabalhadores e lucro aos empresários

- Farra com dinheiro público: Bolsonaro compra centrão com emendas bilionárias e superfaturadas

Em entrevista ao UOL, Mourão é questionado sobre a portaria e afirma que é uma decisão legal, mas não considera ético. Ele admite que a medida excede o teto, mas quando questionado se iria recusar o aumento, o vice-presidente disse que ainda estava pensando no que fazer.

O que a classe trabalhadora deve fazer, entretanto, é luta contra os ataques que ocorrem às custas dos benefícios dos mesmos que ironizam a morte dos trabalhadores, e lutar contra o regime é responsável pela morte de mais de 400 mil vidas brasileiras.

Leia também: Brasil agoniza nas UTIs lotadas e pela fome: a resposta não é esperar 2022




Tópicos relacionados

Fora Bolsonaro, Mourão e os golpistas   /    Bolsonaro   /    Hamilton Mourão   /    Aumento salarial políticos   /    Política

Comentários

Comentar