×

ED rodoviários | Rodoviários de Porto Alegre fazem assembleia contra os ataques de Melo e dos patrões

Na tarde desse sábado (31), rodoviários de distintas empresas do transporte público de Porto Alegre se reuniram para debater sobre os ataques da patronal e de Melo contra a categoria e para traçar um plano de lutas.

domingo 1º de agosto | Edição do dia

O plano do prefeito bolsonarista Sebastião Melo (MDB) é aprovar uma série de ataques contra os rodoviários e população, ainda em agosto, para atender a sede de lucro dos empresários do transporte. Enviou à Câmara de vereadores o projeto de privatização ou extinção da Carris e extinção do cargo de cobrador. Lembrando que o prefeito aumentou a passagem para R$ 4,80, despejando a crise nas costas dos trabalhadores que utilizam o transporte. Os empresários pressionam para aumentar para R$ 5,20 e Melo responde ameaçando o meio-passe estudantil e mais uma série de ataques.

Recentemente a patronal das empresas privadas de transporte da capital parcelaram salários e seguem retirando direitos, alegando um suposto prejuízo. Melo segue despejando milhões de reais mensalmente nos cofres desses empresários, e mesmo assim seguem as demissões, cortes de salário e benefícios.

Como resposta a todo esse absurdo um setor da vanguarda da categoria, organizados na Frente ampla em defesa da Carris pública e na Attropa, enviaram uma carta ao sindicato (Stetpoa) exigindo uma assembleia da categoria. A direção do sindicato, dando continuidade ao seu legado pró patronal, não atendeu ao chamado e sequer compareceu à assembleia, impedindo sua legalidade e a liberação do ponto dos demais rodoviários para construir de fato um plano de lutas.

Nós do Esquerda Diário nos colocamos ao lado do rodoviários para lutar contra os ataques de Melo e da patronal das empresas privadas. A direção do sindicato joga contra a categoria, pois sem garantir uma assembleia ampla, com liberação de ponto, a maioria da categoria não consegue se fazer presente. Esse é um momento decisivo, onde precisamos da unidade de toda categoria para barrar a privatização da Carris e a extinção dos cobradores, chamando a população a se unificar nessa luta. Os empresários do transporte alegam prejuízo e querem arrancar até a última gota dos rodoviários e população, então lutemos por um transporte sem patrões, 100% público e sob controle dos trabalhadores e usuários.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias