×
Rede Internacional

SERVIDORES FLORIANÓPOLIS | Procuradoria pede prisão dos diretores do Sintrasem em Florianópolis

quinta-feira 9 de fevereiro de 2017 | Edição do dia

Nessa quinta-feira, os servidores públicos de Florianópolis completam vinte e quatro dias de greve. Em protesto contra o pacote do prefeito Gean Loureiro (PMDB), os servidores paralisaram atividades.

A desembargadora Vera Copetti havia expedido que os grevistas fossem obrigados a garantir 50% dos servidores na saúde, como também decretou a ilegalidade da greve com determinação de volta imediata ao trabalho, reprimindo judicialmente a greve legítima dos servidores, que prontamente decidiram seguir resistindo, ignorando as decisões da desembargadora.

O Procurador Geral da prefeitura, Diogo Pitsica, diante do “crime de desobediência” por parte dos grevistas, pediu a prisão dos diretores do sindicato, a destituição da diretoria e intervenção, para restabelecimento da ordem constitucional. Isso configura uma grave afronta ao movimento grevista, que lutam contra o sucateando dos serviços públicos da cidade, o Pacotão de Maldades, e a precarização do trabalho e salarial dos servidores.

Os servidores de Florianópolis seguem em resistência!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias