×

8M | Pão e Rosas ABC: Vamos marchar contra a guerra na Ucrânia, fora as tropas russas, abaixo a OTAN e o rearme imperialista

Dia 12 de março, acontecerá em São Bernardo do Campo, às 10 horas, na praça da Matriz em um ato de luta das mulheres do ABCDMMR, simbolizando o dia internacional de luta das mulheres, 8 de março. Várias organizações e movimentos sociais participam da construção desse ato, e nós do do grupo de mulheres Pão e Rosas, convidamos a todas, todes e todos a marcharem com a gente contra a guerra na Ucrânia, fora as tropas russas, abaixo a OTAN e o rearmamento imperialista!

segunda-feira 7 de março | Edição do dia

Nós consideramos essencial para a luta contra a extrema direita, que ocorram fortes atos de rua, mostrando o caminho da luta de classes, não só contra a extrema direita, Bolsonaro, Mourão, Damares, e toda a corja, mas contra a guerra, o imperialismo e as tropas russas na Ucrânia, pela revogação de todas as reformas que são responsáveis por níveis históricos de precarização e fome, pelo direito ao abordo, legal, seguro e garantido pelo SUS.

É com esse conteúdo que temos atuado na organização desse 12M no ABC, dando a batalha para que essas pautas sejam parte fundamental da luta por colocar as mulheres na linha de frente no combate contra a guerra e também contra a extrema direita que governa nosso país e seus inúmeros ataques contra as nossas condições de vida. Nossa luta é pela revogação integral da Reforma Trabalhista e de todas as reformas contra a maioria da população, assim como as privatizações de empresas estatais. Lutamos de forma intransigente pela legalização do aborto, milhares de mulheres morrem todos os anos vitimas do aborto clandestino.

No dia 12, venha marchar com o Pão e Rosas no bloco com o Polo Socialista e Revolucionário.

Contra a guerra na Ucrânia, fora as tropas russas, abaixo a OTAN e o rearme imperialista!

Para derrotar Bolsonaro, Mourão e Damares, pela revogação da reforma trabalhista e pelo direito ao aborto

Veja também: Declaração da professora Maíra Machado, dirigente do grupo de mulheres Pão e Rosas, rumo ao 8M, frente à escalada da guerra na Ucrânia.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias