Gênero e sexualidade

Ministro da Educação Milton Ribeiro, faz nova declaração homofóbica durante culto

terça-feira 26 de janeiro| Edição do dia

O ministro da Educação Milton Ribeiro em viagem para Santos nesse domingo (24/01), acompanhou uma escola que aplicou o ENEM (Exame Nacional do ensino Médio) e aproveitou para fazer um culto na Igreja onde é pastor titular desde 1992.

Nesse culto o ministro afirmou não ter vergonha de pregar o evangelho e que, o inquérito que responde no STF (Supremo Tribunal Federal), tem relação com isso, com algo que “Jesus não teve receio de dizer que não é o caminho certo”.

O inquérito que o ministro responde, diz respeito a uma declaração realizada pelo ministro para o Jornal O Estado de S. Paulo, na qual associa a homossexualidade com algo anormal e fruto de famílias desajustadas. Após o pedido realizado pela PGR (procuradoria-Geral da República) o ministro se desculpou nas redes sociais afirmando que não tinha intensão de ser discriminatório e que sua fala havia sido descontextualizada.

Durante o culto religioso ainda afirmou estar com a consciência tranquila, pois não estava sendo chamado ao STF por desvio de dinheiro ou corrupção. Nessas declarações o ministro reafirma sua homofobia se justificando com o uso da bíblia, vale lembrar que o Estado é laico e que a bíblia não é parâmetro para políticas públicas.




Tópicos relacionados

LGBTfobia   /    Separação da Igreja e do Estado   /    Ministério da Educação   /    Educação   /    Homofobia e Transfobia   /    LGBT   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar