×

Homofobia | Em crime bárbaro, grupo nazista tatua suástica em rosto de homem LGBT em MG

A poucos dias da motociata de Bolsonaro, que levou tudo o que há de mais podre da extrema direita às ruas para reivindicar as obras de um governo assassino, racista e homofóbico, um jovem homossexual foi dopado e agredido dentro de sua própria casa, e teve uma suástica marcada em seu rosto com uma faca. Além disso fizeram muitos cortes em suas costas além de ameaças nas paredes escritas com seu sangue.

quarta-feira 14 de julho | Edição do dia

Imagem: PM/MG

O crime aconteceu na noite de terça feira em Itaguára, região metropolitana de Minas Gerais. A vítima relata que teria sido ameaçada dias antes pelo grupo nazista, e foi a delegacia fazer o Boletim de Ocorrência após ser chamado de "Porco Gay" pelo grupo. Na noite de terça, por volta das 19:00 horas, quando o homem voltava do trabalho, o grupo composto por quatro homens brancos adentraram a sua casa e o doparam, riscando seu corpo inúmeras vezes com uma faca além de tatuar uma suástica nazista em seu rosto.

Após o atendimento no hospital, a vítima foi liberada e levou mais de 20 pontos pelo corpo após o ataque homofóbico.

Esse grupos são motivados pelo discurso machista, LGBTfóbico, racista que Bolsonaro propaga desde o primeiro minuto em que assumiu a vida parlamentar. Além disso o que mais motiva esses grupos é a impunidade das leis e do estado capitalista, que é incapaz de dar fim a todas as opressões, porque se utiliza delas para explorar com mais intensidade todas as minorias em prol de sua sobrevivência.

Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com a vítima e repudiamos totalmente essa ação que demonstra a necessidade imediata do fim do estado capitalista e e de todas as opressões.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias