Política

ÓLEO NO NE

Depois do Ministro do Turismo, Mourão também afirma que praias do nordeste estão limpas e banháveis

O governo Bolsonaro não cansa de passar vergonha. Depois do Ministério do Turismo dizer que as praias do Nordeste estavam propícias para banho, quando todo mundo ainda via as manchas de petróleo, agora foi a vez do vice presidente Mourão continuar.

segunda-feira 28 de outubro de 2019| Edição do dia

Mesmo após serem encontradas novas manchas de óleo em Pernambuco e Sergipe, o vice-presidente afirma em entrevista ao G1 que não há mais nenhuma praia suja no nordeste.

Especialistas como a Carine Santana Silva, oceanógrafa e pesquisadora na Universidade Federal da Bahia (UFBA), afirma que o impacto do óleo no oceano ainda durará décadas, devido a degradação natural ser extremamente lenta. O impacto pode chegar até a população de diversas formas, seja pela cadeia alimentar, ao se alimentar de peixes e animais que vivem nas regiões afetadas, pelo contato direto com o óleo e até mesmo pela inalação de gases liberados por ele.

O governo federal tenta a todo custo, fazendo declarações mentirosas e demagógicas, não causar danos ao lucro de empresários que se beneficiam com o turismo da região. Começando por demorar 41 dias para colocar em prática o plano de contingenciamento, fazendo o óleo se espalhar ainda mais, e depois afirmando que as praias estão limpas e banháveis, colocando em risco a saúde dos banhistas e pescadores locais, o governo segue negligenciando o caso. Além das declarações mentirosas, o governo havia inclusive extinguido em abril o comitê formado para colocar em ação plano de contingenciamento de óleo.

Quem mais se afetará com o óleo nas praias será o meio ambiente e os trabalhadores locais, que já sofreram danos à saúde ao terem que limpar com suas próprias mãos as praias para poderem continuar trabalhando na região. Enquanto isso, Bolsonaro e sua corja anti-ciência seguem seu projeto de conter a crise capitalista às nossas custas.




Tópicos relacionados

Hamilton Mourão   /    Política

Comentários

Comentar