×

Aliança estudantes e trabalhadores | Carta de estudantes da Unicamp aos trabalhadores da MRV: o que aprendemos com vocês

Reproduzimos abaixo carta da Juventude Faísca e do Esquerda Diário para os trabalhadores da MRV depois de mais de 40 dias ombro a ombro.

segunda-feira 30 de agosto | Edição do dia

Nas últimas semanas, acompanhamos a greve de vocês todos os dias, fizesse chuva ou sol. Discutimos com cada estudante da Unicamp que pudemos sobre a greve e como apoiar, fizemos fotos, faixas, chegamos cantando “trabalhador pode lutar, os estudantes estão aqui pra te apoiar”, texto pelo Comitê de Apoio que criamos, contra a mídia que queria esconder. Sofremos juntos com a intransigência da empresa. E, ao final, com alegria, comemoramos juntos. Depois de mais de 40 dias, a luta incansável de vocês teve conquistas.

Agora dizemos que essa greve não deixa só saudades dos muitos amigos lutadores que fizemos. No país do Bolsonaro, do Mourão e dos políticos e juízes que odeiam tanto os trabalhadores, essa greve nos deixa lições valiosíssimas.

Agora, cada vez que olharmos os grandes prédios e construções da cidade, saberemos o rosto, a cor, o sotaque e principalmente a garra de quem constrói tudo e quando vocês erguem suas cabeças e não aceitam que os estádios valham mais que as vidas dos trabalhadores e quando estufam o peito contra a escravidão nos canteiros, até o mais rico dos patrões treme. Os de cima dizem para a minha geração que não tem saída, no máximo votar em 2022, enquanto destroem nosso futuro. Mas aprendemos e vimos na prática que, quando os trabalhadores se organizam coletivamente, a força deles é outra e nessa força coletiva podemos ter confiança. Os patrões e políticos têm medo que essa greve, essa vontade de parar tudo e lutar, afetando os lucros deles, vire um exemplo. E, para nós, vocês são um grande exemplo.

Vocês são o nosso exemplo para lutar pelo futuro da juventude, quando eles querem mais e mais MRVs escravistas, aplicativos escravistas, reformas escravistas. Vocês são o nosso exemplo para defender a educação. E a cada vez que dissermos que todos deveriam poder estudar nas universidades públicas, sem vestibular, vamos lembrar de vocês, dos filhos de vocês e das lutas de vocês. Nada explica por que nossa universidade abre as portas para empresas como a MRV escravista, enquanto fecha para os trabalhadores que construíram seus prédios e limpam seu chão. Vocês não são invisíveis.

Contem com a gente para tudo. Sabemos que quando nos colocarmos em movimento, também vamos contar com o apoio de vocês. Vocês nos inspiraram. Essa é a aliança, a parceria, de que precisamos em todos os locais de trabalho e estudo e que poderia mudar os rumos das nossas vidas e do país se fosse um exemplo para outras categorias e estudantes. Nossa força juntos pode ser imparável. Dedicamos essa carta para a classe trabalhadora que tudo constrói e produz, e a ela tudo pertence.

Juventude Faísca e Esquerda Diário




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias