Política

Bolsonaro

Bilionários aplaudem Bolsonaro em jantar enquanto povo adoece e amarga no desemprego

No encontro, além de Bolsonaro discutir sobre sua política sanitária, também foi levantado a necessidade de se avançar com reformas e ajustes que atacam os trabalhadores.

quinta-feira 8 de abril| Edição do dia

Imagem: Mathilde Missioneiro/Folhapress

Em meio a pandemia, o presidente Jair Bolsonaro realizou um jantar com diversos empresários do país, na última quarta-feira (7) em São Paulo. O encontro foi programado para que Bolsonaro discuta sobre sua política sanitária com este setor, no marco de se ter chegado a 340 mil mortes no mesmo dia.

O encontro contou com Bolsonaro e membros de sua equipe como o ministro da economia, Paulo Guedes, Marcelo Quiroga, da Saúde, Tarcísio Freitas, da infraestrutura, Fábio Faria, da comunicação, e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. Por parte dos empresários, haviam representantes e donos de empresas como Riachuelo, Habib’s, BTG Pactual, Bradesco, SBT, entre outras.

Foi relatado que no encontro, Bolsonaro ressaltou o fato do país estar desenvolvendo uma vacina própria, e também por fazer o “máximo” possível para garantir a imunização da população, tendo sido inclusive aplaudido por estes empresários ao final do jantar. Se Bolsonaro garante estar dando o “máximo” para garantir a saúde da população e uma vacinação massiva trata-se de uma miséria, frente as inúmeras mortes provocadas pelo covid-19, algo que se torna mais grave, quando as empresas poderão comprar vacinas por conta própria.

Ainda que tal encontro não tenha sido gravado, diversos relatos apontam que a síntese que foi chega em meio as discussões entre empresários e o governo foi a necessidade de uma vacinação em massa, fundamentada sobretudo pelos interesses de lucrar por parte dos mesmos, e a necessidade de avançar com reformas estruturais, ou seja, cada vez mais ataques aos trabalhadores, assim como do serviço público, como a Saúde, cujo sucateamento fruto desse tipo de reformas vem sendo um dos principais condições para tantas mortes no Brasil.

Enquanto isso, diversas pessoas vem sofrendo com uma carestia de vida cada vez maior, em meio a aplausos de bilionários para a política que Bolsonaro em relação a pandemia e economia.




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    Vacinação   /    Empresariado   /    Pandemia   /    Paulo Guedes   /    Política

Comentários

Comentar