Política

CONDENAÇÕES DE LULA

STF decide hoje anulação das condenações de Lula

A decisão o ministro Edson Fachin, que havia determinado que a 13ª Vara Federal em Curitiba não poderia julgar o caso, vai a julgamento no plenário hoje. Anos após ter determinado a proscrição arbitrária da candidatura de Lula em 2018, agora STF analisa sua reabilitação eleitoral em meio a incertezas também sobre a suspeição de Sérgio Moro.

quinta-feira 15 de abril| Edição do dia

Decisão de Fachin em março, que declarou a 13ª Vara de Curitiba incompetente para julgar o caso de Lula, possibilitou a recomposição dos direitos políticos de Lula e sua elegibilidade para 2022. Tal decisão irá a julgamento hoje (15) no plenário do STF, que poderá decidir por manter a decisão ou derrubá-la.

A decisão de Fachin, naquele momento, buscou antecipar alguma decisão sobre a suspeição de Sérgio Moro, abrindo mão da condenação de Lula para salvar o conjunto da obra da Lava-Jato.

A decisão do ministro do STF também vem diante da possibilidade de que a figura “estabilizadora” de Lula seja necessária para salvar o regime em caso de instabilidades e distúrbios mais violentos decorrentes da profunda crise brasileira.




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    Edson Fachin   /    STF   /    Lula   /    Política

Comentários

Comentar