RIO DE JANEIRO

Rio tem 44 bairros com abastecimento de água comprometido

Por causa de um problema da Cedae no mês passado, cerca de 1 milhão de pessoas estão sendo atingidas por falta de água no Rio de Janeiro.

terça-feira 8 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto: Divulgação/CEDAE.

A Cedae, Companhia Estadual de Água e Esgoto, está fazendo um rodízio entre os moradores do Rio após um reparo emergencial na Elevatória Lameirão. A elevatória está operando com redução de 25% da sua capacidade total. O problema deveria ter sido resolvido há cerca de um mês, mas a companhia adiou o prazo sem uma previsão para a resolução.

Esse rodízio pode afetar o abastecimento de água em 44 bairros do Rio, além de três cidades da Embaixada Fluminense (São João de Meriti, Nilópolis e Mesquita).

Em entrevista ao G1, uma moradora do centro do Rio afirma já ter gasto R$ 500,00 em caminhão pipa, além de reportar atraso na entrega da água, o que obriga a ela e a sua família tomarem banho de baldes.

A situação já atinge pelo menos 1 milhão de pessoas. Em plena pandemia, é um descaso com a vida da população não ter acesso sequer à água. Estamos acompanhando recentemente o caso no Amapá, em que a população sofre com falta de energia. As duas situações expõem o desinteresse do governo Bolsonaro e dos governos estaduais com a vida dos moradores.




Tópicos relacionados

CEDAE   /    Rio de Janeiro   /    Falta d’água

Comentários

Comentar