#JUSTIÇAPORMARIFERRER

Pão e Rosas se somam nos atos por Justiça para Mari Ferrer em todo o Brasil

Confira as diversas manifestações que o Pão e Rosas participou em todo Brasil exigindo justiça pelo escandaloso caso de machismo judicial sofrido por Mariana Ferrer, que aconteceram no final de semana em diversas cidades do país

domingo 8 de novembro| Edição do dia

A sentença que citava o termo “estupro culposo”, ou “sem intenção de estuprar”, que serviu para absolver o estuprador de Mariana, gerou angústia e revolta em relação à humilhação imposta a blogueira e ao machismo judiciário, que a cada dia mais, avança contra a vida das mulheres.

Os últimos dias, principalmente no último fim de semana (7 e 8), foram marcados pelos atos pedindo justiça por Mari Ferrer e contra o machismo do judiciário, escancarado na gravação da execrável audiência de julgamento de seu abusador, André de Camargo Aranha, empresário do ramo de esportes, filho de Luiz de Camargo Aranha, ex-advogado da TV Globo, e conhecido de diversos famosos.

André e seu advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho, que já defendeu inclusive figuras como Sara Winter e Olavo de Carvalho, usaram de sua influência para subjugar e humilhar Mariana, tudo com o aval do juiz Rudson Marcos, um magistrado que mostra a verdadeira face do judiciário que tortura as minorias e favorece os opressores capitalistas e influentes.

Após uma profunda sessão de humilhação que levou Mariana ao colapso, implorando por respeito, o juiz deu uma sentença citando um crime que não existiria, em uma situação que nem mesmo é possível: “Estupro culposo”.

Os desdobramentos do caso ecoaram nas redes, gerando muita revolta em milhões de pessoas no Brasil, por justiça e pela vida de Mariana Ferrer, e pela vida das mulheres que são, cada vez mais, atacadas por um governo patriarcal, machista e que favorece os poderosos em detrimento do povo.

Ato em São Paulo:



Fala de Flavia Valle, candidata a vereadora do MRT, por filiação democrática no PSOL, em ato em Contagem (MG):

Ato no Rio de Janeiro:

Fala de Carolina Cacau no ato na Cinelândia



Ato em Porto Alegre:


Fala de Marie Casteñada em ato de Natal:

Fala de Jéssica em ato de Brasília:

Veja: declaração do movimento de mulheres Pão e Rosas sobre o caso Mari Ferrer




Comentários

Comentar