Política

LG

Marcello Pablito: "LG teve lucro recorde no 1º trimestre e quer fechar fábrica: pela proibição das demissões!"

As empresas terceirizadas Suntech, Bluetech e 3C, ameaçam fechar as portas. Essas empresas terceirizam o trabalho para a LG que anunciou o fechamento causando, no caso dessas terceirizadas em Taubaté, a perda de aproximadamente 830 postos de trabalho.

quarta-feira 14 de abril| Edição do dia

“Essas empresas que empregam em sua maioria mulheres, vai deixar centenas de famílias sem sustento em meio a crise do coronavírus. Isso para garantir e assegurar os interesses da LG, empresa que teve lucro recorde no 1º trimestre de 2021. Um total absurdo que a empresa feche as portas, deixando centenas de famílias sem sustento, em meio a crise sanitária e econômica, pensando unicamente nos seus lucros, enquanto a população se vê a cada dia mais diante da miséria.

Nesse momento é fundamental a solidariedade e a unidade das mais diversas categorias de trabalhadores, para fortalecer não só a luta contra o fechamento e a demissão dessas trabalhadoras da LG, mas também de diversas outras lutas que ocorrem pelo país, como por exemplo a paralisação dos transportes indicada para o dia 20 de abril.

A responsabilidade pela crise sanitária e econômica não é dos trabalhadores mas sim dos governos como o de Bolsonaro que teve uma administração assassina desde o começo da pandemia, mas também dos governadores com suas medidas ineficientes, do STF e do Congresso que se unificam para atacar os trabalhadores, legalizando redução de salários e precarização do trabalho. Sendo assim, que sejam esses a pagarem pela crise, e não as trabalhadoras da LG e os trabalhadores de conjunto que vem sofrendo o aumento da carestia de vida além da perda de familiares e amigos num cenário em que a média móvel de mortos já ultrapassa 3 mil.

A força da unidade da classe trabalhadora é o caminho para questionar não apenas as políticas assassinas dos governos, mas também para questionar o regime de conjunto. Para fortalecer a luta das trabalhadoras da LG, contra o fechamento e as demissões, mas também dos transportes no dia 20,contra os ataques e por vacina já, as centrais sindicais como a CUT e a CTB precisam romper com suas paralisias e organizar as bases das mais diversas categorias de trabalhadores, contra as demissões, os fechamentos em prol dos lucros, a fome e a irresponsabilidade diante da crise sanitária.”




Tópicos relacionados

Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    Demissões   /    Política

Comentários

Comentar